http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Vice-campeão do Moto 1000 GP vai disputar etapas do CEV e do Mundial de Moto 2

Vencedor de quatro corridas em 2013, Diego Pierluigi abdica da nova temporada do Brasileiro de Motovelocidade para focar carreira na Europa

Vice-campeão de 2013 com vitórias em quatro das seis corridas de que tomou parte, Diego Pierluigi não vai participar da temporada de 2014 do Moto 1000 GP, que será aberta neste domingo (4) com o GP Petrobras, em Santa Cruz do Sul (RS). A campanha convincente desempenhada pelo argentino no último ano, quando defendeu a JC Racing Team no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, valeu-lhe convites para competir na Europa.

MOTO1000GP_FERNANDO_NUNES20102013DSC_0284

Ocorreram dois wild cards para atuações distintas de Diego Pierluigi. Um dos convites é para disputar uma etapa da categoria Moto 2 no Mundial de MotoGP; outro, para disputar duas etapas do CEV, o Campeonato Espanhol de Velocidade, uma das competições mais acirradas do motociclismo mundial. Com a decisão de focar a oportunidade na Europa, o argentino será substituído na JC Racing Team pelo paulista Ricieri Luvizotto na corrida deste domingo.

“O Campeonato Brasileiro está sendo visto lá fora, e muito bem visto. O pessoal de lá percebeu que o Moto 1000 GP começou a ter um nível atraente e fez esses convites ao Diego”, considera André Thomaz, chefe de equipe da JC Racing Team. “O Diego vai focar a Europa, é normal que a cabeça dele esteja lá. Essa oportunidade é um mérito dele, é fruto do talento e da capacidade dele como piloto”, acrescenta Daniel Fabbri, também diretor da equipe.

O argentino enalteceu a importância da participação no Moto 1000 GP no processo que culminou na oportunidade na Europa. “Foi um fator muito importante o grande trabalho que a JC Racing Team e eu conseguimos fazer no Brasil. O alto nível de profissionalismo me ajudou muito a chegar onde todo piloto sonha chegar. Disputar um campeonato tão profissional e competitivo é fundamental para todo piloto que tenha o objetivo de correr Europa”, diz.

MOTO1000GP_FERNANDO_NUNES20102013DSC_0570

Pierluigi estreou no Moto 1000 GP na rodada dupla final de 2011 no Rio de Janeiro e conquistou duas vitórias. Em 2012, venceu a única corrida de que participou no campeonato, válida pela terceira etapa, em Santa Cruz do Sul. No ano passado, já pela JC Racing Team, o argentino aderiu à temporada a partir da terceira etapa. Conquistou um terceiro e um décimo lugar antes de ganhar as quatro últimas corridas e assegurar o vice-campeonato.

MOTO1000GP_FERNANDO_NUNES20102013DSC_0519

“Só tenho a agradecer à minha equipe, ao meu patrocinador Steck e a toda a equipe de organização do Moto 1000 GP pelo grande trabalho que têm feito pelo motociclismo. E também à torcida do Brasil, que me deu um grande apoio”, manifesta Pierluigi. A programação de treinos do GP Petrobras, que abre o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, terá início nesta sexta-feira (2), com sessões de treinos livres para todas as categorias.

Texto: Grelak Comunicação – (45) 3037-6667
Imagens: Automobilismo em Foco (Fernando Peres Nunes) – (51) 9372-0606


1151 dias ago by in Motociclismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.