http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Venceu a experiência de Pizzonia. Salas foi ao pódio em terceiro na Stock Car

Jundiaiense de 21 anos disputou de igual para igual com grandes nomes do automobilismo mundial

A etapa inaugural da Stock Car Brasil 2016 terminou há pouco em Curitiba, e Guilherme Salas foi um dos grandes nomes do evento, que reuniu os pilotos oficiais das equipes e pilotos convidados para a corrida de duplas.

Entre os convidados estavam ex-pilotos de Fórmula 1 (Antonio Pizzonia e Tarso Marques) e Fórmula Indy (Felipe Giaffone, Vitor Meira), além de outros em atividade como Antonio Felix da Costa, Nelsinho Piquet e Lucas Di Grassi (Fórmula E), Augusto Farfus (DTM) e Laurens Vanthoor (Blancpain Series).

g.salas_stock_05_600

Salas correu a etapa ao lado do bi-campeão da Stock Car, Ricardo Maurício, que também foi o vencedor da prova de duplas no ano passado. O time mostrou um bom desempenho desde os treinos livres, com Salas apresentando uma boa adaptação ao carro, mesmo só tendo pilotado um Stock Car antes na abertura do campeonato de 2015.

Na tomada de tempos, realizada no sábado, a dupla confirmou o favoritismo e marcou a pole-position, determinada pela média dos tempos de volta dos dois pilotos no treino classificatório. Hoje Ricardo Maurício fez a primeira metade da corrida, mantendo a liderança por todo o período. Após a troca de pilotos, Salas saiu na frente, sofrendo forte ataque de Pizzonia e Felix da Costa.

O jovem piloto bem que tentou, mas foi superado pela experiência dos adversários. Ainda assim, manteve-se na terceira posição, bem próximo dos líderes. Trocou de posições com Felix da Costa algumas vezes mais, e terminou em terceiro.

g.salas_stock_06_600

“Foi bem difícil, o carro estava bom, mas os caras são muito experientes e acabaram achando um lugarzinho para passar. Mas acho que foi um bom resultado para a equipe, e para mim uma experiência incrível” afirmou Salas.

“São muitos competidores, alguns com o dobro da idade e experiência do Salas, ele foi excelente”, elogia Ricardo Maurício. “Quem pilota sabe o quanto vencer é difícil, por isso, o que vale é o todo. Sou muito grato ao que o Salas fez por nós desde quarta-feira, foi um grande prazer trabalhar com ele”, complementou o titular do carro #90.

Os 10 primeiros na classificação da prova:

1) 80 – Marcos Gomes/Antonio Pizzonia (Voxx Racing Team), 46 voltas
2) 18 – Allam Khodair/Antonio F. Costa (Full Time Sports), a 1.398s
3) 90 – Ricardo Mauricio/Guilherme Salas (Eurofarma RC), a 2.149s
4) 88 – Felipe Fraga/Rodrigo Sperafico (Voxx Racing Team), a 12.394s
5) 29 – Daniel Serra/Danilo Dirani (Red Bull Racing), a 15.920s
6) 10 – Ricardo Zonta/Laurens Vanthoor (Shell Racing), a 17.271s
7) 51 – Átila Abreu/Nelson Piquet Jr (Shell Racing), a 17.947s
8) 46 – Vitor Genz/David Muffato (Eisenbahn Racing Team), a 18.348s
9) 12 – Lucas Foresti/Luiz Razia (Full Time-ProGP), a 18.731s
10) 70 – Diego Nunes/Dennis Dirani (União Química Racing), a 19.320s

O desafio para Guilherme Salas, agora, é confirmar presença no grid do Campeonato Brasileiro de Marcas, competição que disputou – e terminou em terceiro lugar – em 2015. “Estamos em negociações com equipes, e estou certo que nos próximos dias anunciaremos onde vou correr” aposta o piloto.

Texto: MOTORBIZ Marketing Esportivo (Ricardo Fávaro) / (11) 5517-6698 – (11) 98741-6634
Imagem: Vanderley Soares


476 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.