http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Stock Car: Max Wilson é o pole position em Ribeirão Preto

Sessão classificatória foi marcada por começo chuvoso e à medida que a pista secava a alternância de pilotos na primeira posição foi grande até os 15 minutos finais

O treino classificatório de definição do grid para o GP de Ribeirão Preto, segunda etapa do Circuito Schin Stock Car, começou com ares de suspense para todos os pilotos do grid, mas terminou com final feliz para Max Wilson, da Eurofarma-RC, que fez a terceira pole position de sua carreira. O paulistano fez 1min11s198 em sua melhor volta e terá Cacá Bueno ao seu lado na primeira fila do grid. Companheiro de Max e vencedor da etapa inaugural em Goiânia, Ricardo Maurício sai da terceira posição com Allam Khodair ao seu lado.

Para um circuito de rua onde as ultrapassagens são mais difíceis do que em autódromos, é um início auspicioso para Wilson. “Largar na pole é bom em qualquer circuito. Em um de rua talvez tenhamos um pouco mais de vantagem, mas a equipe vem trabalhando muito desde o final do ano passado, e tanto eu quanto o Ricardo (Maurício) estamos andando na frente, e por isso estou muito feliz”, disse Max.
249272_487927_dub_5851
A sessão classificatória teve início incomum por razões climáticas. No momento em que o primeiro grupo saiu à pista com os pilotos Denis Navarro, Diego Nunes, Popó Bueno e Cesar Ramos, a chuva começou a cair forte no circuito de 2.298 metros, o que obrigou a direção de prova a interromper a sessão com bandeira vermelha e estabelecer a condição de pista molhada – tornando obrigatório para todos os competidores o uso de pneus específicos para a chuva.

Quando retornaram à pista, Cesar Ramos bateu na curva 4, já bastante molhada, e outra vez os comissários mostraram a bandeira vermelha. Mas a chuva não durou muito – o suficiente para encharcar o traçado -, mas pouco a pouco, com a passagem dos carros calçados com pneus específicos de pista molhada, o traçado foi secando.

A cada grupo que ia à pista, os tempos melhoravam. O segundo grupo teve Átila Abreu fazendo o melhor tempo, ainda com 1min28s760. No fim, o piloto da AMG terminou em um distante 29º lugar. A torcida dos pilotos que foram antes à pista era para que voltasse a chover, o que acabou não ocorrendo.

Quando o terceiro grupo foi à pista, Ricardo Zonta fez 1min14s595, naquele momento o melhor tempo (no final, 19º); no quarto grupo, Vitor Genz marcou 1min13s194 para ser o pole provisório (16º); no quinto foi a vez de Rubens Barrichello cravar 1min11s922 com a pista já bastante seca. O grupo seguinte não superou o tempo do campeão de 2014, o que mostrava que a condição dali para a frente, caso não voltasse a chover, passaria a ser de maior equilíbrio.

Mas quando o penúltimo grupo deixou os boxes com Felipe Fraga, Thiago Camilo, Cacá Bueno e Max Wilson, os três últimos superaram o tempo de Rubens. O piloto da Eurofarma-RC cravou um tempo 0s724 melhor que o de Barrichello, e então sua preocupação passou a ser com os últimos três pilotos a tentarem suas voltas: seu companheiro de equipe Ricardo Maurício, o piloto da casa Marcos Gomes e Allam Khodair.

O máximo que Maurício conseguiu foi o terceiro tempo, seguido de perto por Khodair e deixando Rubinho apenas na sétima posição do grid. Momentos de expectativa para Max que se transformaram em alegria com a bandeirada quadriculada e a certeza de que ninguém lhe tiraria sua terceira pole da carreira.

“Deu tudo certo. A pista já estava relativamente seca, e eu estava preocupado com o último grupo, porque a cada saída de pista a pista secava. De qualquer forma, foi ótimo, excelente”, comemorou Max, que em seu giro mais rápido chegou a raspar o muro na saída da curva dois. “Aquela foi minha melhor volta. Eu tentei não estressar os pneus de chuva no aquecimento para tentar tudo na volta boa, e estou muito feliz por mim e por toda a equipe. Para amanhã o objetivo é marcar o maior número possível de pontos e, claro, brigar pela vitória”, falou.

Ribeirão Preto sedia a primeira rodada dupla da temporada neste Domingo de Páscoa. A primeira largada acontece às 11 horas e o resultado da prova de 40 voltas formará o grid da segunda com os dez primeiros colocados em ordem invertida. A segunda bateria, de 22 voltas, larga às 12h30. Ambas as provas terá transmissão ao vivo pelo SporTV.

Ingressos – Para quem estiver em Ribeirão Preto e quiser conferir de perto a ação no Distrito Industrial, as bilheterias do circuito estarão abertas neste domingo (5) a partir das 7 horas – a bilheteria fica localizada no Setor 2, próximo à passarela que dá acesso ao distrito.

Confira o grid de largada para o GP de Ribeirão Preto*
1. 65 – Max Wilson – Eurofarma RC – 1min11s198
2. 0 – Cacá Bueno – Red Bull Racing – 1min11s379
3. 90 – Ricardo Mauricio – Eurofarma RC – 1min11s565
4. 18 – Allam Khodair – Full Time Sports – 1min11s735
5. 21 – Thiago Camilo – Ipiranga-RCM – 1min11s761
6. 80 – Marcos Gomes – Voxx Racing Team – 1min11s884
7. 111 – Rubens Barrichello – Full Time Sports – 1min11s922
8. 4 – Julio Campos – Prati-donaduzzi – 1min12s096
9. 28 – Galid Osman – Ipiranga-RCM – 1min12s236
10. 77 – Valdeno Brito – Shell Racing – 1min12s288
11. 2 – Raphael Matos – Schin Racing Team – 1min12s350
12. 88 – Felipe Fraga – Voxx Racing Team – 1min12s391
13. 73 – Sergio Jimenez – C2 Team – 1min12s418
14. 12 – Lucas Foresti – AMG Motorsport – 1min12s441
15. 29 – Daniel Serra – Red Bull Racing – 1min13s101
16. 46 – Vitor Genz – Boettger Competições – 1min13s194
17. 83 – Gabriel Casagrande – C2 Team – 1min13s251
18. 14 – Luciano Burti – RZ Motorsport – 1min13s771
19. 10 – Ricardo Zonta – Shell Racing – 1min14s595
20. 110 – Felipe Lapenna – Schin Racing Team – 1min15s389
21. 3 – Bia Figueiredo – União Química Racing – 1min15s584
22. 72 – Fabio Fogaça – Hot Car Competições – 1min15s615
23. 26 – Raphael Abbate – Hot Car Competições – 1min16s564
24. 1 – Antonio Pizzonia – Prati-donaduzzi – 1min16s672
25. 70 – Diego Nunes – Vogel Motorsport -1min16s792
26. 8 – Rafael Suzuki – RZ Motorsport – 1min17s522
27. 25 – Tuka Rocha – União Química Racing – 1min17s966
28. 74 – Popó Bueno – Cavaleiro Racing Sports – 1min20s159
29. 51 – Átila Abreu – AMG Motorsport – 1min28s760
30. 5 – Denis Navarro – Vogel Motorsport – sem tempo
31. 11 – Cesar Ramos – Cavaleiro Racing Sports – sem tempo
*Resultados extra-oficiais e sujeitos à verificação pelos comissários técnicos e desportivos da CBA

Programação deste domingo (05/04):
08h40 – Largada MBC – CLA AMG (45 minutos de prova + 1 volta)
11h00 – Largada corrida 1 Stock Car (40 voltas ou 48 minutos + 1 volta)
12h30 – Largada corrida 2 Stock Car (22 voltas ou 28 minutos + 1 volta)
14h15 – Largada MBC – C250 Cup (45 minutos de prova + 1 volta)
15h30 – 16h30 – Visitação aos boxes

O Circuito Schin Stock Car tem organização e realização da Vicar Promoções Desportivas, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). O patrocínio máster é da Schin. Patrocínio Petrobras e Pirelli. Copatrocínio Cielo. Apoio Pioneer. As montadoras são Chevrolet e Peugeot.

É proibida a venda e o consumo de bebidas alcoólicas por menores de 18 anos nas dependências do autódromo. O evento é destinado a maiores de cinco anos, acompanhados de responsáveis legais (parentes de primeiro grau). Na entrada, será obrigatória a apresentação de documento original (RG, CNH ou certidão de nascimento), independentemente da idade.

Dep. de Comunicação Vicar
Fotos: Duda Bairros


782 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.