http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Sérgio Jimenez: Absoluto na Mercedez SLS AMG

Uma das principais atrações nas duas últimas etapas da Itaipava GT3 em 2011 foi a estreia da Mercedes SLS AMG, importada pelo empresário e piloto Paulo Bonifácio, que correu a temporada em dupla com Sérgio Jimenez.

Hexacampeão brasileiro e recordista de títulos no kart, O piloto já passou por várias categorias no Brasil e também tem um trabalho de coach, onde ele repassa esse conhecimento adquirido para pilotos em início de carreira. Em 2011 Jimenez participou das primeiras provas da GT3. Um convite do Bonifácio para estrear a Mercedes SLS AMG o trouxe de volta para as últimas provas do campeonato em grande estilo. A dupla Bonifácio / Jimenez venceu 3 das 4 últimas provas e chegou a inacreditáveis 3 centésimos de segundo atrás do líder na última corrida do ano. Confira agora uma entrevista com o piloto Sérgio Jimenez, um dos autores dessa proeza.

Coletiva de imprensa após estreia, com vitória, do Mercedes SLS AMG no Velopark. A esquerda Sérgio Jimenez, ao lado Paulo Bonifácio.

Automobilismo em Foco (AEF): Quanto tempo de automobilismo você tem?
Sérgio Jimenez(SJ): Tenho 18 anos de automobilismo entre kart, fórmula, turismo, coach, etc.

AEF: Você está consolidando uma careira de sucesso nas categorias de turismo. De todas que você já disputou qual a preferida?
SJ: Graças a Deus estou conseguindo meu espaço depois de voltar da Europa. Na minha opinião, os carros da GT1 foram os mais fortes e mais próximos de carros de Formula que andei.

AEF: O final de 2011 não poderia ter sido melhor, das últimas quatro provas da Itaipava GT3 vocês venceram três com a Mercedes SLS AMG, e você chegou a apenas 3 centésimos de segundo atrás do Wagner Ebrahim que venceu a corrida. Fale um pouco sobre essas últimas corridas.

SJ: Foi um ótimo final de ano para mim sem duvidas nenhuma. Comecei o ano certo de que ia fazer a GT3 com um parceiro que infelizmente parou no meio do campeonato, e tive a felicidade de acertar com o Boni para essas 2 últimas etapas (4 corridas) na estreia da Mercedes. Para quem olha de fora até pareceu fácil, mas os dois fins de semanas trabalhamos, e muito, no carro para chegar a um acerto bom!

AEF: Acredito que a última volta na corrida de Interlagos foi umas das mais emocionantes da tua carreira. O que faltou para buscar a vitória aquele dia?

SJ: Foi muito legal. Na verdade ali dentro você não pode ter sentimento, você tem que estar muito concentrado, eu estava e muito e, é uma pena não ter conseguido essa vitória. Toda vez que eu chegava perto do carro dele, especialmente nas curvas de media e alta (curva do sol, mergulho e junção) todas que antecediam pontos bons de freada, o meu carro saia muito de frente e não conseguia ficar perto dele, perdia a curva e tinha que tirar o pé. Méritos também do Wagner e da equipe, pois ele não deu uma escorregadinha, somente na ultima volta que foi quando eu consegui me aproximar dele.

AEF: Com tudo que a dupla apresentou nas últimas etapas de 2011 vocês serão fortes candidatos ao título em 2012. Em 2012 Mercedes SLS AMG vem para brigar pelo título?

SJ: Acredito que estaremos fortes para 2012. Temos ainda que trabalhar no carro para melhorar ele em ritmo de classificação. Apesar dos ótimos resultados temos que continuar no foco do trabalho para não parar de evoluir.

AEF: E para esse ano? Quais os projetos além da GT3?

SJ: Por enquanto estou somente fechado para GT3. Não consegui nenhum patrocínio para andar na Stock. Também prefiro esperar a hora certa para conseguir entrar em uma equipe que tenha seu patrocínio e uma estrutura boa, pois a categoria e muito competitiva e você acaba brigando por centésimos de segundo que define uma pole de um 10º lugar. Também vou continuar com a minha equipe de kart e Squadra onde estou desenvolvendo um trabalho legal de formar novos pilotos, e também um trabalho diferenciado com equipamento da própria equipe, onde o piloto chega, paga e anda, a equipe fornece todo equipamento, diferente do que todas as equipes fazem hoje!

AEF: Como você vê o automobilismo no Brasil hoje?

SJ: Vejo a parte de Turismo muito forte. Temos quase 10 campeonatos de carros de turismo o que e muita coisa, mas todos andando com as próprias pernas. A economia esta em alta e por isso estamos assim. A GT3 com esse formato de um gentleman driver e um profissional é uma categoria que não para de crescer. Também temos uma disputa que não tem em nenhuma outra categoria, uma Mercedes SLS, uma Ferrari 458, um Audi r8, Ford GT40, Corvette, estão vindo as BMW. Isso e sensacional!

A parte de fórmula que infelizmente não esta boa. O Felipe Massa entrou com um incentivo da categoria Fórmula Futuro que parece que esta querendo crescer, e assim esperamos que aconteça, pois senão, não teremos mais pilotos na F1.

A equipe do Automobilismo em Foco (AEF) agradece a atenção e a receptividade do piloto Sérgio Jimenez, que sempre foi muito atencioso conosco, assim como é com os fãs que o visitam no box em dias de corrida.

Entrevista realizada pelo jornalista Murilo Carvalho e imagens de Fernando Peres Nunes, ambos do AEF.


2077 dias ago by in Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response