http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Pilotos de quatro países nas cinco primeiras posições do Moto 1000 GP

De volta ao Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, piloto francês comanda treinos livres do GP Petrobras em Santa Cruz do Sul

O nível crescente da internacionalização do Moto 1000 GP, ratificado em abril com a homologação oficial do evento pela Federação Internacional de Motociclismo, foi evidenciado nos resultados dos treinos livres desta sexta-feira (2) em Santa Cruz do Sul (RS), que abriram a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Pilotos de quatro países completaram as cinco primeiras posições da GP 1000, a categoria principal.

 De volta ao Moto 1000 GP, o francês Matthieu Lussiana dominou o primeiro dia da categoria GP 1000

De volta ao Moto 1000 GP, o francês Matthieu Lussiana dominou o primeiro dia da categoria GP 1000


O mais rápido do dia foi Matthieu Lussiana, que volta ao Moto 1000 GP pilotando uma das BMW da Petronas Alex Barros Racing. Primeiro colocado nas duas sessões de treinos, o francês estabeleceu na última delas a melhor volta do dia, com o tempo de 1min25s499, com média de 148,662 km/h. Ele foi 645 milésimos de segundo mais rápido que o paranaense Wesley Gutierrez, da Motonil Motors-PDV Brasil, segundo com uma Kawasaki ZX-10R.

O português Miguel Praia, estreando no GP Petrobras a nova Honda CBR 1000RR-SP da Center Moto Racing Team, foi terceiro colocado, a apenas 21 milésimos de segundo do tempo de Gutierrez. A vantagem de Praia sobre o quarto colocado, o paulista Ricieri Luvizotti, piloto da Kawasaki da JC Racing Team, foi de 0s027. O grupo dos cinco mais rápidos teve também o argentino Luciano Ribodino, da BMW Motorrad Alex Barros Racing, em quinto.

“Para um primeiro dia foi bom”, resumiu Lussiana. “Vamos trabalhar por um melhor tempo amanhã (sábado). Uma volta na casa de 1min24s seria ideal para largar na frente”, acrescentou. O recorde da pista de Santa Cruz do Sul para treinos oficiais do Moto 1000 GP, anotado em 2013 por Diego Pierluigi, foi de 1min24s067, tempo que assegurou ao argentino, então piloto da JC Racing Team, a pole-position da prova, da qual ele saiu vencedor.

A programação deste sábado (3) em Santa Cruz do Sul prevê mais duas sessões de treinos livres de 25 minutos para cada uma das quatro categorias do Moto 1000 GP. Os da GP 1000 estão marcados para começar às 10h10 e às 13h20. O Q1, primeira fase do treino classificatório, terá todos os pilotos na pista a partir das 15h20, durante 20 minutos. Os oito mais rápidos terão o Q2 a partir das 16h45, para a disputa final pela pole-position.

No domingo, a largada do GP Petrobras, primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, será dada às 12h55 na GP 1000, para 18 voltas. A corrida será exibida ao vivo pelo canal Bandsports e pelo portal Terra – a transmissão terá início às 12h, contemplando todas as categorias do Moto 1000 GP, com geração de imagens da Master/CATVE. Os resultados de treinos e corridas são disponibilizados em tempo real no site Caradec.com.br.
Consideradas todas as voltas cronometradas nas duas sessões livres em Santa Cruz do Sul, os melhores tempos de cada piloto da categoria GP 1000 nesta sexta-feira em Santa Cruz do Sul foram os seguintes:

1º) Matthieu Lussiana (FRA/BMW), Petronas Alex Barros Racing, 1min25s499
2º) Wesley Gutierrez (PR/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, 1min26s144
3º) Miguel Praia (POR/Honda), Center Moto Racing Team, 1min26s165
4º) Ricieri Luvizotto (SP/Kawasaki), JC Racing Team, 1min26s192
5º) Luciano Ribodino (ARG/BMW), BMW Motorrad Alex Barros Racing, 1min26s278
6º) Danilo Andric (SP/BMW), M2B Racing, 1min26s640
7º) Danilo Lewis (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil-RC3, 1min26s725
8º) Lucas Barros (SP/BMW), Petronas Alex Barros Racing, 1min26s966
9º) Philippe Thiriet (MG/Ducati), Scuderia SBK Ducati Cidade Jardim, 1min26s979
10º) Diego Faustino (PR/Suzuki), Team Suzuki PRT, 1min26s986
11º) Nico Ferreira (PR/Kawasaki), HPN Racing, 1min27s718
12º) Alan Douglas (SP/Suzuki), Team Suzuki PRT, 1min28s833
13º) Nick Iatauro (SP/Suzuki), Team Suzuki PRT, 1min29s786
14º) Sergio Fasci (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 1min30s155
15º) Luís Fittipaldi (DF/Kawasaki), JC Racing Team, 1min30s324
16º) Renato Andreghetto (SP/Suzuki), Team Suzuki PRT,1min30s536
17º) Marcos Salles (PR/Honda), Competizione Racing Team, 1min31s314
18º) Daniel Lenzi (PR/BMW), Grinjets, 1min35s953
Média do 1º: 148,662 km/h

GP LIGHT

Vice-campeão em 2012 e campeão no ano passado pela GP 600, Rafael Bertagnolli começou em bom ritmo sua trajetória na GP Light do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Competindo pela equipe Fábio Loko com uma moto Kawasaki, o gaúcho da cidade de Santa Maria estreou como mais rápido do dia. Depois do segundo lugar no primeiro treino, ele dominou o segundo e estabeleceu a melhor volta do dia, em 1min28s307.
b2a61bf0a8ea56e48c6b67c26218bf26-001
Bertagnolli foi 622 milésimos de segundo mais rápido que o argentino Nicolas Tortone, da MGBikes Yamaha, que havia dominado a primeira sessão e ficou em segundo na última. O brasiliense Henrique Castro, da City BSB Motor Racing, e o paulista Fabinho Adas, da Paulinho Superbikes, ficaram em terceiro e quarto, ambos pilotando motos Kawasaki. Estreante na categoria, o paulista Lucas Teodoro, da BMW Motorrad Alex Barros Racing, foi o quinto.
“Acho que meu tempo foi excelente, principalmente se considerar que é a primeira vez que estou pilotando essa moto. Eu estava na GP 600 até o ano passado”, lembrou Bertagnolli. “Fiz só um treino e até fiquei surpreso com esse resultado, mas dá para melhorar mais. Um dos segredos é a concentração. A pista de Santa Cruz do Sul é muito técnica e se o piloto errar uma única perna acaba perdendo a volta toda”, considera o mais veloz da GP Light no dia.

Os dois treinos livres deste sábado pela GP Light vão começar às 10h45 e às 13h55. O Q1 classificatório está marcado para as 15h45 e o Q2 terá início às 17h. No domingo, o GP Petrobras terá largada às 12h05, com as 14 voltas da prova também transmitidas ao vivo pelo Bandsports e pelo portal Terra. Dos 34 pilotos inscritos, 31 foram à pista nos treinos desta sexta-feira. Os melhores tempos de volta de cada participante no dia foram estes:

1º) Rafael Bertagnolli (RS/Kawasaki), Fábio Loko, 1min28s307
2º) Nicolas Tortone (ARG/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing,1min28s929
3º) Henrique Castro (DF/Kawasaki), City BSB Motor Racing, 1min29s777
4º) Fabinho Adas (SP/Kawasaki), Paulinho Superbikes, 1min29s978
5º) Lucas Teodoro (SP/BMW), BMW Motorrad Alex Barros Racing, 1min30s351
6º) Fernando Cabral (CE/Kawasaki), Razza Racing Team, 1min30s771
7º) Alen Modesto (BA/Kawasaki), Aclat Racing, 1min30s966
8º) Marcelo Cortes (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, 1min30s993
9º) Davi Costa ((SP/Kawasaki), JC Racing Team, 1min31s090
10º) Elder Cabreira (RS/Kawasaki), Fábio Loko, 1min31s136
11º) Alessandro Silva (GO/Kawasaki), City BSB Motor Racing, 1min31s286
12º) Juracy Rodrigues (PR/Kawasaki), Black Day Racing Team, 1min31s323
13º) Gustavo Herrera (PR/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, 1min31s346
14º) Ian Testa (DF/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, 1min31s571
15º) Marcello de Souza (SP/Kawasaki), JC Racing Team, 1min31s635
16º) Diogo Ramos (SC/Kawasaki), Carlos Barcelos, 1min31s749
17º) Francisco Jesuíno (PB/Kawasaki), Aclat Racing, 1min32s843
18º) Fernando Neiva (PR/BMW), Black Day Racing Team, 1min32s942
19º) Rodrigo de Benedictis (SP/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil, 1min33s352
20º) Pedro Barata (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, 1min34s285
21º) Sandro Campos (MS/Honda), Dawnriders Racing Team, 1min34s886
22º) Emerson Hidalgo (PR/Kawasaki), Paulinho Superbikes, 1min35s173
23º) Fernando Santos (BA/Kawasaki), Aclat Racing, 1min35s875
24º) Carlos Barcelos (RS/Suzuki), Carlos Barcelos, 1min36s482
25º) Edson Luiz (SC/Kawasaki), HPN Racing Team, 1min36s665
26º) Mardenizio Rocha (CE/BMW), Razza Racing Team, 1min36s735
27º) Ricardo Hayashi (SP/BMW), Dawnriders Racing Team, 1min36s829
28º) Sérgio Prates (SP/Kawasaki), JC Racing Team, 1min40s389
29º) Renan Passos (MA/BMW), Aclat Racing, 1min40s860
30º) Key Nishimura (SP/Kawasaki), Paulinho Superbikes, 1min41s071
31º) Renan Abreu (BA/Honda), Aclat Racing, 1min41s819
Média do 1º: 143,935 km/h

GP 600

Com duas vitórias e um segundo lugar em três participações em 2012 e 2013, o uruguaio Maximiliano Gerardo mostrou nos primeiros treinos livres que é um dos fortes candidatos ao título brasileiro da GP 600. O piloto da MGBikes Yamaha Racing cravou a volta mais rápida dos treinos desta sexta-feira, depois de ter sido o segundo mais rápido da primeira sessão do dia, liderada pelos gaúchos Marciano Santin e Pedro Sampaio.

Na GP 600, o melhor do dia foi do uruguaio Maximiliano Gerardo, que soma duas vitórias em três participações

Na GP 600, o melhor do dia foi do uruguaio Maximiliano Gerardo, que soma duas vitórias em três participações


Gerardo estabeleceu o tempo de 1min28s483, com vantagem de 0s619 sobre Sampaio, atual campeão brasileiro da GPR 250, que disputa o título da GP 600 com a Kawasaki da equipe Fábio Loko. Santin, também com Kawasaki, compete por sua própria equipe, a Santin Racing – os dois pilotos gaúchos são da cidade de Bento Gonçalves. Campeão de 2012, o paulista André Veríssimo, também pela MGBikes Yamaha, ficou em quarto.

A programação da GP 600 para este sábado prevê dois treinos livres, às 9h35 e às 11h55. A primeira fase do treino classificatório vai começar às 14h55 e o Q2, confrontando os oito melhores, vai começar às 16h30. Com 14 voltas de percurso, a corrida de domingo, válida pelo GP Petrobras, terá sua largada às 11h05. Nos treinos desta sexta-feira, os melhores tempos de cada um dos 15 participantes da categoria foram estes:

1º) Maximiliano Gerardo (URU/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 1min28s483
2º) Pedro Sampaio (RS/Kawasaki), Fábio Loko, 1min29s102
3º) Marciano Santin (RS/Kawasaki), Santin Racing, 1min30s151
4º) André Veríssimo (SP/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 1min31s054
5º) Matheus Oliveira (SP/Kawasaki), Sany-Carsystem-M2B Racing, 1min31s402
6º) Sérgio Laurentys (SP/Kawasaki), Sany-Carsystem-M2B Racing, 1min31s677
7º) Joelsu da Silva (PR/Kawasaki), Paulinho Superbikes, 1min32s574
8º) Marcus Trota (SP/Yamaha), MGBikes Yamaha Racing, 1min32s831
9º) Paulinho Kamba (PE/Honda), HPN Racing Team, 1min33s382
10º) Tercius Dalmass (SC/Kawasaki), Formaquinas Racing, 1min35s308
11º) Marcelo Dias (BA/Honda), Aclat Racing, 1min38s231
12º) Antonio Télvio (RJ/Kawasaki), Team de Grandi, 1min39s126
13º) Alex Pires (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, 1min39s902
14º) Thiago Fonseca (PE/Kawasaki), HPN Racing Team, 1min40s390
15º) Walteny Amaral (RJ/Kawasaki), Team de Grandi, 1min51s231
Média do 1º: 143,649 km/h

GPR 250

Na GPR 250, categoria-escola do Moto 1000 GP, os primeiros treinos do GP Petrobras foram marcados pelo duelo entre os pilotos da cidade de Bento Gonçalves. Giovandro Tonini, também piloto da Santin Racing, foi mais rápido da primeira sessão, mas acabou superado nos instantes finais do segundo treino por Rafael Portaluppi, que defende a Portaluppi Racing, equipe chefiada por seu irmão, o também piloto Robson Portaluppi.

“Com certeza foi um bom começo”, avaliou Portaluppi. “Foi bem difícil encontrar o acerto da moto, mas vamos mudar algumas coisas para ver se amanhã conseguimos melhorar e largar na frente. Vai ser importante fazer uma boa largada para tentar abrir uma distância do pelotão”, acrescentou, otimista quanto às chances que considera ter de disputar a pole-position da corrida que marca sua estreia no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.

Todos os pilotos da GPR 250 assinalaram no último treino seus tempos de volta mais rápidos do dia. Os dois treinos livres do sábado terão início às 9h e às 11h20. O Q1 vai começar às 14h30 e o Q2, às 16h15. A prova de domingo terá largada às 14h05 para 10 voltas. Nos treinos desta sexta-feira, que tiveram participação de 12 dos 15 inscritos, os melhores tempos de volta de cada piloto na pista de Santa Cruz do Sul foram os seguintes:

1º) Rafael Portaluppi (RS/Honda), Portaluppi Racing, 1min40s683
2º) Giovandro Tonini (RS/Honda), Santin Racing, 1min41s120
3º) Meikon Kawakami (SP/Honda), Playstation-PRT, 1min41s998
4º) Djonatas Silva da Rosa (RS/Honda), Carlos Barcelos, 1min42s976
5º) Suel Dirluiz (PR/Kawasaki), Paulinho Superbikes, 1min43s579
6º) Ton Kawakami (SP/Honda), Playstation-PRT, 1min43s761
7º) Gabriel Mattes (RS/Kawasaki), Bibica Racing, 1min44s773
8º) Maycon Benassi (PR/Kawasaki), Compezione Racing Team, 1min44s873
9º) Nic Nottingham (SP/Kawasaki), Team de Grandi, 1min44s889
10º) Lucas Torres (SP/Honda), Estrella Galicia Racing by Alex Barros, 1min46s560
11º) José Duarte (CE/Honda), Estrella Galicia Racing by Alex Barros, 1min46s985
12º) Rafael Traldi (SP/Honda), Playstation-PRT, 1min56s380
Média do 1º: 126,242 km/h

As motocicletas de todas as categorias do Moto 1000 GP utilizam como combustível a gasolina Petrobras Podium e como lubrificante o óleo Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, que fornece seus pneus de competição às equipes. O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tem ainda apoio de Beta, Servitec, LeoVince, Shoei, Tutto Moto, HPN e Peterlongo.

Grelak Comunicação
Fotos: Equipe Sanderson


1268 dias ago by in Motociclismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.