http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Pilotos da Fórmula Truck enfrentam calor e desgaste excessivo na decisão do título

Etapa de Córdoba define neste domingo título da quarta edição do Sul-Americano. Totti pode se tornar primeiro bicampeão

A quarta edição do Campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck terá a definição do título neste domingo (8). A quarta e última etapa será disputada no Autódromo Oscar Cabalén, em Alta Gracia, na província argentina de Córdoba, atribuindo chances de conquista do título a seis dos 26 pilotos que vão disputar a vitória. O evento, válido também pela sétima das dez etapas do Campeonato Brasileiro, terá transmissão ao vivo da Rede Bandeirantes, a partir das 13h.

A Fórmula Truck instituiu a disputa do Campeonato Sul-Americano em 2010, em sua 15ª temporada oficial. O primeiro a conquistar o título continental foi Roberval Andrade, pilotando o Scania da Ticket Car Corinthians Motorsport. Em 2011, o campeão foi Felipe Giaffone, pela RM Competições-Volkswagen. O título do ano passado foi conquistado na etapa de Córdoba por Leandro Totti, então competindo com o Mercedes-Benz da ABF Racing Team.

Leandro Totti, com o Volkswagen-MAN número 73, busca o bicampeonato

Leandro Totti, com o Volkswagen-MAN número 73, busca o bicampeonato


Nas três edições já consolidadas do Sul-Americano de Fórmula Truck, o piloto campeão conquistou também o título do Campeonato Brasileiro. A etapa deste domingo no traçado argentino de 3.691 metros poderá revelar o primeiro bicampeão continental. Totti, que cumpre neste ano a sua primeira temporada como piloto do Volkswagen-MAN da RM Competições, chega a Córdoba como líder do campeonato, apesar de não ter conquistado vitórias em 2013.

Além da concorrência natural pela vitória, os pilotos que largam neste domingo na quinta edição da corrida da categoria em território argentino terão adversários em comum. As altas temperaturas e as características da pista de Córdoba, composto por grandes retas e curvas de alta velocidade, submetem os caminhões a um desgaste acentuado de componentes. A confiabilidade do equipamento torna-se ingrediente principal da corrida decisiva.

 Wellington Cirino, de Mercedes-Benz, representa a maior ameaça à liderança de Totti

Wellington Cirino, de Mercedes-Benz, representa a maior ameaça à liderança de Totti


O sistema de pontuação da Fórmula Truck bonifica pole-position e volta mais rápida na etapa, além dos cinco primeiros colocados a um terço de cada corrida. Depois dos 60 minutos de disputa, os 14 primeiros colocados recebem pontos na classificação do campeonato. Esta fórmula torna amplo o leque de combinações de resultados capazes de fazer de cada um dos seis primeiros na tabela de pontos o campeão sul-americano de 2013.

Totti, que em 2012 conquistou o título depois de chegar à Argentina para a etapa final ocupando o terceiro lugar na tabela de classificação, tem como principal adversário seu conterrâneo paranaense Wellington Cirino, piloto da ABF Santos Desenvolvimento, que soma quatro títulos brasileiros e busca sua primeira taça continental. A diferença entre eles é de 11 pontos, praticamente um terço dos 32 possíveis a um piloto em cada etapa da F-Truck.

Beto Monteiro e Valmir Benavides, companheiros de equipe na Scuderia Iveco, são terceiro e sexto colocados, respectivamente. Estão, igualmente, na disputa pelo título, tal qual o gaúcho Régis Boessio, da ABF Desenvolvimento Team, que empata com Monteiro em terceiro lugar no campeonato, e o paulista Paulo Salustiano, da ABF Racing Team, quinto colocado. Em 2012, a vitória na etapa de Córdoba foi de Giaffone, que largou da pole-position.

CAMPEONATO SUL-AMERICANO DE F-TRUCK
1º) Leandro Totti (PR/Volkswagen), RM Competições-MAN Latin America, 59
2º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF Santos Desenvolvimento, 48
3º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 43
3º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 43
5º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 41
6º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 38
7º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 24
8º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF Santos Desenvolvimento, 23
9º) Djalma Fogaça (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 19
10º) Alex Caffi (ITA/Iveco), Dakarmotors, 17
11º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 13
12º) André Marques (SP/Volkswagen), RM Competições-MAN Latin America, 11
13º) Alberto Cattucci (SP/Volvo), ABF/Volvo, 11
14º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 9
15º) Rogério Castro (GO/Volvo), ABF/Volvo, 8
16º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 6
16º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 6
16º) Edu Piano (SP/Ford), Território Motorsport, 6
16º) Felipe Giaffone (SP/MAN), RM Competições-MAN Latin America, 6
16º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 6
21º) Ronaldo Kastropil (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 5
21º) Jansen Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, 5
23º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, 4
24º) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen), RM Competições-MAN Latin America, 2

Grelak Comunicação
Fotos: Orlei Silva


1533 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response