http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Pedro Piquet vence novamente na Nova Zelândia

Distância para o líder cai mais ainda, permitindo ao piloto lutar pelo título na etapa final

A quarta e penúltima etapa da Toyota Racing Series, realizada em Taupo, serviu para credenciar definitivamente Pedro Piquet a disputar o título do evento em 2017.

O brasiliense venceu mais uma vez, ampliou sua sequência de top5s para dez corridas consecutivas na temporada e, de quebra, reduziu de 51 para 31 pontos sua distância para o líder. Na jornada final, no próximo fim de semana em Manfeild, estarão em jogo os últimos 225 pontos do ano. Piquet é terceiro no campeonato, 4 pontos atrás do vice-líder.

imagem_release_863628

Na primeira prova da penúltima rodada tripla, o piloto de 18 anos de idade largou em quarto e terminou em quinto.

Para a segunda corrida, saiu por fora na primeira fila e trabalhou bem na largada para assumir a dianteira e conduzir até o final. “Foi uma corrida muito boa. O objetivo claro era ter uma largada boa e ir para primeiro. Mas nesses carros é muito difícil conquistar vantagem na largada, porque eles não têm muito torque e o pneu quase não patina. Então quando larga no lado sujo da pista tem uma chance de largar até melhor, porque patina um pouco o pneu, o que nem sempre acontece no lado bom (o motor não tem tanta força para empurrar o carro, e o RPM baixa muito). Mas deu tudo certo, consegui ficar em primeiro, à frente do cara que está liderando o campeonato”, contou Pedro. Foi sua segunda vitória em 2017 e a quarta na carreira pela Toyota Racing Series.

imagem_release_863632

Na prova de encerramento da etapa novamente ele teve êxito largando do lado sujo: avançou de sexto no grid para quarto. E partiu rápido em busca de um lugar no pódio.

“Passei o líder do campeonato e estava para passar o terceiro, que é meu companheiro de equipe até. Mas ele falou que não me viu e acabou dando uma fechada, o que me obrigou a colocar uma roda fora da pista. Aí o que estava atrás de mim se aproveitou e acabou me passando. E fomos assim até o final”, disse o piloto.

imagem_release_863631_600

Pelo segundo fim de semana consecutivo, Piquet foi o maior pontuador entre os três principais postulantes ao título: além dele, o australiano Thomas Randle e o holandês Robert Verschoor.

“Acho que foi bom. Foi mais um fim de semana positivo. Com 31 pontos atrás do líder e quase empatado com o segundo acho que temos uma chance boa na etapa final. Vamos ver o que acontece semana que vem. Estou confiante.”

Piquet tem nesta edição da Toyota Racing Series sua temporada mais consistente desde a performance que lhe rendeu o bicampeonato da F3 Brasil em 2015: ele foi sexto na primeira das 15 corridas do ano e venceu a segunda (mas acabou punido com 30s, finalizando oficialmente como 17o); desde então figurou no top5 em todas as corridas do ano.

imagem_release_863629

O campeonato será decidido em Manfeild, no próximo fim de semana.

Toyota Racing Series – Campeonato (top 10):
1. T. Randle, 692;
2. R. Verschoor, 665;
3. P. Piquet, 661;
4. M. Armstrong, 598;
5. J. Daruvala, 597;
6. E. Ahmed, 496;
7. B. Leitch, 463;
8. T. Cockerton, 450;
9. K. Laliberte, 443;
10. F. Habsburg, 422.

Texto: Luis Ferrari – (11) 98666-8307
Imagens: Toyota Racing Series

261 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.