http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Paulo Salustiano mantém motivação após abandono: “Não vou jogar a toalha”

Paulista da ABF Racing Team é o último colocado na lista dos sete pilotos que seguem na disputa pelo título da Fórmula Truck

A oitava etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, disputada no último domingo (13) no Autódromo Dr. Nelson Luiz Barro, em Guaporé (RS), tornou mais difícil o trabalho de Paulo Salustiano na busca pelo primeiro título na categoria. O piloto paulista da ABF Racing Team viveu um fim de semana de conquistas e decepções na etapa gaúcha e viu aumentar sua desvantagem em relação ao líder pernambucano Beto Monteiro, da Scuderia Iveco.

 Salustiano largou da pole em Guaporé e liderou até abandonar a corrida

Salustiano largou da pole em Guaporé e liderou até abandonar a corrida


Salustiano desembarcou no Rio Grande do Sul como quarto colocado na tabela de classificação, 27 pontos atrás de Monteiro, manifestando expectativa de se aproximar substancialmente da liderança. Conquistou sua segunda pole-position consecutiva e firmou-se como um dos principais candidatos à vitória – que parecia mais verossímil a cada uma das sete primeiras voltas, até a quebra do cardã do Mercedes-Benz número 55 obrigá-lo a abandonar a corrida.

“Acho que foi a primeira vez que saí de um carro de corrida chorando”, comentou o paulista, decepcionado com o problema que o fez perder pontos e posições no campeonato. “Eu vinha num ritmo tão tranquilo que me permitia economizar equipamento. Já dava para visualizar a corrida sob controle, como seria até o final. Eu jamais poderia contar com uma quebra como essa. Foi um dos momentos mais frustrantes da minha carreira”, apontou o paulista.

O abandono em Guaporé fez com que Salustiano caísse para o sétimo lugar na classificação da temporada da Fórmula Truck. Ele é o último colocado na lista dos que mantêm chances matemáticas de título. A duas etapas do fim do campeonato e com 64 pontos ainda em disputa, ele está 48 pontos atrás do líder Monteiro. Sua chance de ser campeão brasileiro depende, além de uma difícil combinação de resultados, de vitórias em Pinhais (PR) e Brasília (DF).
grid-19
O piloto da ABF Racing Team procura manter o otimismo mesmo diante da condição matemática desfavorável. “Não vou jogar a toalha, não. O nosso trabalho desde o começo do ano foi feito pelo título, ainda existe a chance e se existe a chance eu continuo correndo pelo título. Não deu certo em Guaporé, foi uma pena, era uma corrida para a gente ganhar, mas não vamos desanimar por isso. A vitória, se não veio agora, vem na próxima”, finalizou.

A nona e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck será disputada no dia 10 de novembro em Pinhais, no Autódromo Internacional de Curitiba. A última acontecerá no Autódromo Internacional Nelson Piquet, na capital federal, no dia 8 de dezembro. A duas provas do encerramento, a tabela de classificação da competição é a seguinte:

1º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 126
2º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 98
3º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF Santos, 92
4º) Leandro Totti (PR/MAN), RM Competições-MAN Latin America, 90
5º) Felipe Giaffone (SP/MAN), RM Competições-MAN Latin America, 85
6º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF Santos, 82
7º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 78
8º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 59
9º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 58
10º) Djalma Fogaça (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 51
11º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 50
11º) André Marques (SP/MAN), RM Competições-MAN Latin America, 50
13º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 46
14º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 35
15º) Alberto Cattucci (SP/Volvo), ABF/Volvo, 30
16º) Rogério Castro (GO/Volvo), ABF/Volvo, 22
17º) Alex Caffi (ITA/Iveco), Dakarmotors, 21
17º) Jansen Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, 21
17º) Débora Rodrigues (SP/MAN), RM Competições-MAN Latin America, 21
20º) Adalberto Jardim (SP/MAN), RM Competições-MAN Latin America, 20
21º) Ronaldo Kastropil (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 19
22º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 15
23º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 13
24º) Edu Piano (SP/Ford), Território Motorsport, 12
25º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, 10
26º) Raijan Mascarello (MT/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 4

Texto: Grelak Comunicação
Fotos: Automobilismo em Foco (Murilo Carvalho)


1466 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response