http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Ozz Negri testa o novo turbo da Ford em Daytona

Para o piloto brasileiro Oswaldo “Ozz” Negri Junior, a temporada 2014 do TUDOR United SportsCar Championship já começou.

Amanhã (sexta, 3) até domingo ele estará pilotando o Ford Riley #60 da Michael Shank Racing no “Roar Before The Rolex 24”. Embora seja uma atividade tradicional de preparação para a “Rolex 24 at Daytona”, os três dias de treinos deste ano, programados para o circuito misto do Daytona International Speedway, são especialmente importantes.

Por força do novo regulamento em vigor, resultado da fusão entre as agora extintas Grand-Am e ALMS, o Roar será a grande oportunidade de conhecer melhor o equipamento e desenvolver os parâmetros técnicos necessários para a prova de 24 horas que abrirá o calendário, de 25 a 26 de janeiro. Além de Ozz Negri, o time de Michael Shank será formado por John Pew, A. J. Allmendinger e Justin Wilson. Pew é o teammate regular de Negri em toda a temporada, ao passo que os pilotos da NASCAR e IndyCar, respectivamente, correm apenas nessa prova especial.

OzzNegri_Daytona_Test_DEC13_PhotoIMSA_5

“Esse final de semana em Daytona vai ser de muito trabalho. A quantidade de coisas que temos para testar é incrível não só porque o regulamento é novo, mas também porque as equipes tiveram pouco tempo para introduzir alguns novos conceitos que foram definidos somente agora no final do ano”, disse Ozz Negri, para quem os novos sistemas de freios, as modificações na aerodinâmica, distribuição de peso e, principalmente, o novo motor Ford EcoBoost 3,5L Turbo V6 irão consumir muito tempo nos testes da pré-temporada.

OzzNegri_Daytona_Test_DEC13_PhotoIMSA_1

No calendário do Roar está estabelecido que os participantes do TUDOR United SportsCar Championship cumprirão nada menos do que oito sessões de treinos livres, entre diurnos, vespertinos e noturnos. A somatória de tempo em pista atingirá a marca de 12h45 horas, isso sem contar o trabalho desenvolvido nos boxes, que na prática já começou ontem, 1º.

Texto: Americo Teixeira Jr.
Fotos: Divulgação Ozz Negri


1389 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.