http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Numa chegada espetacular, Calura leva a melhor na GPR 250

Corrida da categoria de base do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade mais uma vez é encerrada com vitória em cima da linha de chegada

Apenas 19 milésimos de segundo separaram Igor Calura, da Mototech, da segunda colocada, Sabrina Paiuta, piloto da Mobil Rush Racing. Uma vitória conhecida sob a linha de chegada da quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, realizada na tarde deste domingo (25), no Autódromo Zilmar Beux de Cascavel (PR). O piloto Joelsu da Silva, que defende as cores da Suel Racing foi o terceiro colocado.

O horário da GPR 250 foi alterado devido a neblina que encobriu a região Oeste do Paraná na manhã do domingo, e fechou o dia de corridas do Moto 1000 GP. Quem esperou para ver a disputa, não se arrependeu. Numa alternância de posições desde a largada, os três primeiros colocados mostraram o porquê a GPR 250 tem corridas emocionantes no Brasileiro de Motovelocidade. Na segunda etapa, em Curitiba, no dia 26 de maio. Sabrina superou Meikon Kawakami por apenas três milésimos sob a linha de chegada. Em Cascavel a decisão também foi na linha de chegada, mas desta vez ela foi superada por Igor Calura, por apenas 19 milésimos.

Sabrina Paiuta, segunda colocada, acredita que ainda pode recuperar a ponta na classificação

Sabrina Paiuta, segunda colocada, acredita que ainda pode recuperar a ponta na classificação


“Foi só na última volta que consegui imprimir um ritmo mais forte, o que me deu confiança para na curva da vitória poder acreditar que seria possível chegar em primeiro. O nível está muito competitivo, então acertar bem a moto e errar pouco, foi o que me fez vencer”, apontou Igor Calura, que com os 25 pontos conquistados pela vitória, alcançou 72 pontos, contra 70 pontos de Sabrina Paiuta.

Mesmo perdendo a liderança após quatro corridas, Sabrina crê na possibilidade de uma recuperação. “Penso que as disputas como essas, elevam nosso nível de pilotagem”, considerou Sabrina. “O campeonato chegou à metade,ainda tem muito pontos em disputa. Acho que dá para recuperar a ponta sim. O importante é pontuar sempre”, completou a piloto, que nesta segunda-feira (26), embarca para a Alemanha onde disputará uma das etapas da European Junior Cup.

 Joelsu da Silva conquistou seu primeiro pódio no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade

Joelsu da Silva conquistou seu primeiro pódio no Campeonato Brasileiro de Motovelocidade


Juelsu da Silva, terceiro colocado na corrida deste domingo, aparece pela primeira vez na temporada no pódio da GPR 250 e espera que isso se repita. “Estacionar a motocicleta naquele lugar dos três primeiros e levantar um troféu é algo que não tem palavras para explicar. Minha moto é a mais lenta que a do Igor e da Sabrina, então para mim, foi uma corrida de superação”, finalizou Silva.

Confira a classificação final da corrida deste domingo (25), no Autódromo Zilmar Beux em Cascavel, válida pela quarta etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade:

1º) Igor Calura (SP/Mototech), Honda, 16mins21s480
2º) Sabrina Paiuta (SP/Mobil Rush Team), Kawasaki, a 0s019
3º) Joelsu da Silva (PR/Suel Racing), Honda, a 1s200
4º) Pedro Sampaio (RS/Fábio Loko), Honda, a 3s077
5º) Meikon Kawakami (SP/Alex Barros Racing), Honda, a 6s507
6º) Cleber Parrado (SP/Procomps Racing Team), Kawasaki, a 20s159
7º) Ton Kawakami (SP/Alex Barros Racing), Honda, a 33s399
8º) Suel Dirluiz (PR/Suel Racing), Honda, a 34s632
9º) Maycon Benassi (PR/Team Fuel Racing-Mormaii), Kawasaki, a 43s738
10º) Nic Nottingham (SP/Team de Grandi Bardahl), Kawasaki, a 1min14s505
11º) Júlio Castroviejo (SP/Sarachú Racing Team), Kawasaki, a 1min16s246
12º) Adilson Gomes da Silva (RJ/SBK Rio), Kawasaki, a 1 volta
13º) Antônio Telvio (RJ/Tronsoft Racing), KAwasaki, a 1 volta
14º) Walteney Amaral (RJ/ Tronsoft Racing), Kawasaki, a 1 volta
15º) Wanderson Bandeira (SP/Inter Racing), Kawasaki, a 2 voltas

CAMPEONATO

1º) Igor Calura (SP/Mototech), Honda, 72 pontos
2º) Sabrina Paiuta (SP/Mobil Rush Team), Kawasaki, 70 pontos
3º) Meikon Kawakami (SP/Alex Barros Racing), Honda, 60 pontos
4º) Pedro Sampaio (RS/Fábio Loko), Honda, 54 pontos
5º) Ton Kawakami (SP/Alex Barros Racing), Honda, 33 pontos

A próxima etapa do Moto 1000 GP, válida pela quinta corrida do ano, das oito programadas na temporada, será em São Paulo, no Autódromo José Carlos Pace, em Interlagos, no dia 22 de setembro. Todas as motocicletas do Moto 1000 GP utilizam como combustível a gasolina Petrobras Podium e como lubrificante o Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da BMW Motorrad e da Michelin, que fornece seus pneus de competição a todas as equipes. O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tem o apoio de Beta Ferramentas, BMW Serviços Financeiros, Servitec, LeoVince, Shoei, Tutto Moto, HPN, Denko e Peterlongo.

Texto: Grelak Comunicação
Fotos: Equipe Sanderson


1519 dias ago by in Motociclismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response