http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Nino Stedile e Ismael Toresan dividem vitórias no grande grid da Fórmula RS em Santa Cruz

A quinta etapa mostrou novamente a força dos irmãos Stedile na Fórmula RS. A dupla fez dobradinha na primeira bateria, com Edemar Nino Stedile vencendo a corrida. Na segunda corrida, Ismael Toresan foi o grande vencedor reestreando seu carro número 11 da equipe Novosul Power, enquanto Fernando Stedile somou mais um segundo posto para consolidar sua liderança no certame.
_MG_1360
O grande desafortunado da etapa foi Marcelo Giacomello da Scuderia Macchina. Pole-position no sábado, ele enfrentou durante todo o domingo problemas no câmbio. Na prova 1, a terceira marcha escapou na descida da “Bota” e ele perdeu o segundo lugar para Fernando, finalizando no terceiro posto. Na segunda bateria, o problema voltou ainda mais cruel, quando liderava a duas voltas do fim. A quinta marcha quebrou em pleno retão a 190 km/h e o primeiro lugar batalhado a unhas e dentes com Ismael Toresan escapou entre os dedos.

Ismael, contudo, foi recompensado merecidamente. Largou na pole do grid invertido e, mesmo com um carro menos rápido que Fernando Stedile, segurou a bronca do atual campeão. Foi muito enfático na defesa do seu lugar, mas sempre limpo para celebrar o troféu no alto do pódio. O terceiro lugar na segunda bateria ficou com Antonio Grasselli, com Edemar ainda na luta pelo título em quarto.

Ismael Toresan

Ismael Toresan


O grid em si foi um dos destaques da corrida: um total de 16 carros alinharam para a prova, mostrando crescimento da competitividade na reta para o fim do campeonato. O principal retorno foi de Tiago Muriel, na categoria 1.8. A Classe Light teve mais uma vitória dupla de Matheus Jacques, enquanto Muriel venceu a primeira bateria, com David Galo faturando a segunda da 1.8.

Outro grande momento do dia foi a batalha pelo terceiro lugar, no começo da segunda bateria. Antonio Grasselli foi o grande beneficiado de uma briga que alinhou quatro carros lado a lado no retão de 750 metros. Ele colocou por dentro, contra Edemar, Lucas Toresan e David Gallo e fez prevalecer o bom acerto do seu carro para contornar a curva em primeiro. Todos mostraram habilidade e respeito aos espaços. Ou seja, ninguém desafiou a física de que dois corpos não podem ocupar o mesmo lugar e seguiram na pista.

Imagens: Murilo CArvalho/Automobislimo em Foco


1081 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.