http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Marcos Gomes ganha Stock Car em Cascavel

Em seu ano de retorno ao automobilismo, Marcos Gomes vence a sexta etapa da temporada da principal categoria do automobilismo brasileiro. Liderança do campeonato voltou para Ricardo Maurício. Próxima prova será em Ribeirão Preto.

Cascavel (PR) – A quinta vitória na carreira de Marcos Gomes foi, sem dúvida alguma, a mais difícil de todas. Na manhã deste domingo, no Autódromo de Cascavel, o filho do tetracampeão Paulo Gomes venceu, praticamente de ponta a ponta, a sexta etapa da Stock Car. Marquinhos largou na pole, aproveitou bem o acerto de seu carro para a pista molhada e no pódio chorou de emoção por voltar a festejar um resultado importante.

“Há algum tempo eu, que estava acostumado a andar entre os primeiros, comecei até a me questionar se poderia voltar a ser o mesmo piloto de antes. Essa vitória tira um peso das minhas costas e me deixa mais tranquilo para continuar a carreira“, disse Marquinhos, que nasceu em Ribeirão Preto, local da sétima etapa da temporada da Stock Car e onde ele nunca venceu.

Marcos Gomes, seguido por Ricardo Sperafico e Diego Nunes. Começo da prova.

Marcos Gomes, seguido por Ricardo Sperafico e Diego Nunes. Começo da prova.


A corrida com chuva teve largada com o Safety Car, o que acalmou os ânimos dos pilotos e evitou problemas nas duas primeiras voltas. No entanto, o acidente de Felipe Lapenna, na 18ª passagem obrigou a entrada do carro de segurança e coincidiu justamente com a abertura da janela para reabastecimento, que acabou adiada.

No final, depois do forte acidente – sem consequências para o piloto – de Daniel Serra, a direção de prova encerrou a corrida com bandeira vermelha e valeu a classificação da volta anterior. Com isso, mesmo com a batida, Serrinha ainda terminou na quinta colocação.

Outros destaques foram o segundo colocado Julio Campos, o terceiro Ricardo Sperafico, ambos paranaenses, e o quarto Diego Nunes. Ricardo Maurício, que largou no 16º lugar, terminou em sexto e reassumiu a liderança da Stock Car. O pentacampeão Cacá Bueno (saiu na 23ª posição), ficou em 11º caiu do primeiro para o terceiro posto. Daniel Serra reassumiu a vice-liderança. O filho do tricampeão Chico Serra foi o 12º no grid e quinto na corrida.

Natural de Toledo, Ricardo Sperafico disse que se sentiu em casa em Cascavel.

Natural de Toledo, Ricardo Sperafico disse que se sentiu em casa em Cascavel.


Agora, completada exatamente a metade do campeonato, Ricardinho lidera com 111 pontos, seguido por Serrinha (110) e Cacá com 107. Quando desembarcaram em Cascavel, a diferença entre os três primeiros colocados era de quatro pontos. Como a última etapa, marcada para 15 de dezembro em Interlagos (Corrida do Milhão), terá pontuação dobrada (estarão em jogo 48 pontos para o vencedor), muitos pilotos ainda sonham em brigar pelo título.

Resultado da sexta etapa da temporada da Stock Car:

1) Marcos Gomes (Carlos Alves Competições), 30 voltas em 38min06s203, média 144,46 km/h
2) Julio Campos (Prati Donaduzzi), a 0s742
3) Ricardo Sperafico (Officer ProGP), a 0s945
4) Diego Nunes (RC3 Bassani), a 1s541
5) Daniel Serra (Red Bull Racing), 1s933
6) Ricardo Maurício (Eurofarma RC), a 2s369
7) David Muffato (Carlos Alves Competições), a 2s517
8) Sérgio Jimenez (Voxx Racing), a 2s753
9) Thiago Camilo (Ipiranga-RCM), a 2s875
10) Valdeno Brito (Shell Racing), a 3s022
11) Cacá Bueno (Red Bull Racing), a 3s801
12) Fábio Fogaça (Vogel Motorsports), a 4s222
13) Rubens Barrichello (Full Time), a 5s516
14) Ricardo Zonta (BMC Racing), a 5s726
15) Luciano Burti (Boettger Competições), a 6s485
16) Tuka Rocha (BMC Racing), a 7s010
17) Galid Osman (Ipiranga-RCM), a 7s474
18) Max Wilson (Eurofarma-RC), a 7s933
19) Rafa Matos (Hot Car Competições), a 8s487
20) Vitor Genz (Gramacho Competições), a 8s488
21) Rodrigo Sperafico (Prati-Donaduzzi), a 9s680
22) Wellington Justino (Hot Car Competições), a 12s932
23) Alceu Feldmann (Full Time Competições), a 1 volta
24) Beto Cavaleiro (Hanier Racing), a 1 volta
25) Nonô Figueiredo (Mobil Super Pioneer), a 4 voltas
26) Lico Kaesemodel (Boettger Competições), a 4 voltas
27) Átila Abreu (Mobil Super Pioneer), a 10 voltas
28) Felipe Lapenna (Hanier Racing), a 14 voltas
29) Rodrigo Pimenta (Gramacho Competições), a 18 voltas
30) Denis Navarro (Voxx Racing), a 26 voltas

Excluídos
Allam Khodair (Vogel Motorsports), a 5s396
Popó Bueno (Shell Racing),
Duda Pamplona (Officer Pro GP),

Os dez primeiros da Stock Car:
1) Ricardo Maurício, 111 pontos
2) Daniel Serra, 110
3) Cacá Bueno, 107
4) Thiago Camilo, 88
5) Max Wilson, 64
6) Valdeno Brito, 62
7) Ricardo Zonta e Tuka Rocha, 51
8) Rubens Barrichello, 48
9) Marcos Gomes, 46
10) Julio Campos, 45

A próxima corrida da Stock Car – sétima etapa – acontece dia 11 de agosto no novo traçado de rua de Ribeirão Preto, cidade do interior paulista.

A Stock Car tem o patrocínio da Pirelli, além do copatrocínio de Shell V-Power Etanol, Bosch, Mobil Super, Pioneer e o apoio da Itaipava e da Transzero. As montadoras são Chevrolet e Peugeot. A organização e a realização são da Vicar Promoções Desportivas, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

Departamento de Comunicação da Vicar: Milton Alves (Mtb 16583/SP)
Fotos: Duda Bairros e Fernanda Freixosa / Vicar


1588 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response