http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Marco Romanini e Ingmar Biberg formam dupla para 28a Cascavel de Ouro

Dupla cascavelense fará na próxima semana primeiro teste em pista com novo Renault Clio da Stumpf Preparações

Corrida de longa duração mais tradicional do automobilismo paranaense, a Cascavel de Ouro terá no feriado de 15 de novembro a 28a edição em seus 47 anos de história. O regulamento desportivo para este ano foi formatado de modo a acolher os carros que integram o grid do Festival Brasileiro de Marcas & Pilotos 1.6, que baliza todas as competições regionais da categoria no país.

A previsão é de que o grid reúna perto de 35 carros de vários estados.Entre as equipes de Cascavel com participação confirmada na Cascavel de Ouro está a Stumpf Preparações. A equipe comandada pelos irmãos Muriel Stumpf e Jorge Stumpf Júnior será representada por Marco “Tiko” Romanini e Ingmar Biberg, titulares do Renault Clio número 88 que terá layout composto pelas cores de Abraplac Compensados, Open Veículos e Auto Posto Maçarico. A corrida, com três horas de duração, vai marcar a estreia do carro.

Marco Romanini volta às pistas um ano depois de estrear no Brasileiro de Marcas

Marco Romanini volta às pistas um ano depois de estrear no Brasileiro de Marcas


O Clio com que Romanini e Biberg vão participar da Cascavel de Ouro está em fase final de montagem na sede da Stumpf Preparações. “A equipe fez um trabalho muito meticuloso, antecipando a solução para a maior parte das dificuldades que vão aparecer”, diz Romanini, que voltará a competir depois de um ano – sua última atuação deu-se na penúltima etapa do Brasileiro de Marcas, disputada em Cascavel no dia 17 de novembro de 2013.

Biberg vai participar da Cascavel de Ouro pela terceira vez – participou em 2003, quando formou dupla com Marlon Bastos e abandonou por conta de problemas mecânicos, e em 2005, quando chegou ao sexto lugar ao lado de César Chimin. “Fomos a primeira dupla inscrita, o trabalho agora é para sermos também a primeira dupla a terminar a corrida”, diz, em tom de bom-humor. “E o que não vai faltar até o dia da corrida é trabalho”, ele acrescenta.Com duração de três horas e mais uma volta o traçado de 3.058 metros do Autódromo Zilmar Beux, a 28a Cascavel de Ouro será disputada por duplas e trios. A equipe campeã receberá o tradicional troféu que destaca a serpente de ouro – para o segundo e o terceiro lugar, o Automóvel Clube de Cascavel providenciou os troféus Cascavel de Prata e Cascavel de Bronze. As equipes estimam entre três e quatro paradas nos boxes para reabastecimento.

Ingmar “Guinho” Biberg vai disputar a vitória na Cascavel de Ouro pela terceira vez

Ingmar “Guinho” Biberg vai disputar a vitória na Cascavel de Ouro pela terceira vez


Disputada pela primeira vez em 1967, a Cascavel de Ouro experimentou vários formatos e acolheu categorias em seus quase 50 anos de história. Sua galeria de campeões destaca nomes de grande projeção no automobilismo – o maior expoente desse grupo é Nelson Piquet, que venceu a sétima edição, em 1976, pilotando um Super Vê. A última edição, em 2012, teve vitória de Paulo
Bonifácio e Sérgio Jimenez, com um Mercedes-Benz SLS AMG.

CASCAVEL DE OURO – GALERIA DE CAMPEÕES

(Os vencedores de todas as 27 edições da corrida)
1967 – Rodolfo Scherner/Bruno Castilho (Laranjeiras do Sul/Curitiba),
Simca
1970 – Sérgio Valente Withers (Curitiba), Volks Divisão 5
1971 – Pedro Muffato (Cascavel), Puma Spartano
1973 – Francisco Lameirão (São Paulo), Avallone
1974 – Pedro Muffato (Cascavel), Avallone
1975 – Pedro Muffato (Cascavel), Avallone
1976 – Nelson Piquet (Brasília), Super Vê
1980 – Marcos da Silva Ramos (Curitiba), Chevette
1982 – Aroldo Bauermann (Porto Alegre), Fórmula 2
1983 – Edgar Favarin (Cascavel), Fusca
1984 – Cláudio Elbano (Curitiba), Passat
1985 – Saul Mário Caús (Cascavel), Opala
1986 – Dilso Sperafico (Toledo), Hot-Fusca
1987 – Aloysio Ludwig Neto (Cascavel), Dodge
1988 – Ruy Chemin (Cascavel), Dodge
1989 – Marcos Corso (Curitiba), Passat
1990 – Edgar Favarin/Clênio Faust (Cascavel/Francisco Beltrão), Passat
1991 – Edgar Favarin/Milton Serralheiro (Cascavel), Gol
1992 – Constantino Júnior (Brasília), March-Honda Fórmula 3
1993 – Cláudio Girotto/Lourenço Barbatto (São Paulo), Aldee
1994 – Edgar Favarin/David Muffato/Gilson Reikdall (Cascavel/Cascavel/
Curitiba), Aldee
1996 – Edgar Favarin/Valmor Emílio Weiss (Cascavel/Curitiba), Gol
1997 – Valmor Emílio Weiss/Antônio Espolador (Curitiba), Gol
2003 – Flávio Poersch/Aloysio Ludwig Neto (Cascavel), Voyage
2004 – David Muffato/Ruy Chemin (Cascavel), Escort
2005 – Edgar Favarin/Flavio Poersch (Cascavel), Escort
2012 – Sérgio Jimenez/Paulo Bonifácio (Piedade/São Paulo), Mercedes-
Benz SLS AMG

Texto: Luc Monteiro
Fotos: Bruno Terena e Orlei Silva


975 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.