http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Márcio Campos vence no Mercedes-Benz Grand Challenge em Jacarepaguá

Piloto da Sicredi Racing salta de sexto para primeiro na primeira curva da corrida e lidera oitava etapa de ponta a ponta

Não durou mais que o contorno da primeira curva o salto de Márcio Campos do sexto lugar no grid para a liderança da oitava etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge, neste domingo (22) no Autódromo Internacional Nelson Piquet, no Rio de Janeiro. Ele que largou em sexto, consequência da vitória do pai e companheiro de equipe João Campos na etapa da véspera – o regulamento inverte a ordem de largada dos seis primeiros –, ultrapassou os cinco primeiros de uma só vez pela parte de fora da Curva Sul, ao fim da reta oposta.

Depois de assumir a ponta, Campos abriu uma vantagem segura, que oscilava entre quatro e cinco segundos sobre o segundo colocado Rubens Tilkian. “Reconheço que fiz uma ótima largada, o resultado mostra que sim. Resolvi arriscar e deu certo”, avaliou na coletiva de imprensa. A sexta vitória em oito corridas fez com que a dupla Sicredi Racing atingisse 138 pontos, elevando a vantagem para 29 pontos em relação ao segundo colocado, Fernando Junior, que tem 109. “Saímos do Rio melhor do que chegamos”, considera ele em relação ao campeonato.

Márcio Campos reconheceu que o carro não era dos mais rápidos nos treinos, mas também que tinha um bom acerto para enfrentar o calor e o desgaste dos pneus no piso abrasivo de Jacarepaguá. “Abri uma frente segura de quatro a cinco segundos e a partir daí passei a fazer uma corrida mais de cabeça, minha preocupação foi evitar o desgaste dos pneus”, finalizou o piloto da Sicredi Racing, que corre com o apoio de Icatu e Mafre, seguradoras parceiras da Corretora de Seguros Sicredi.

Com o líder destacado mais de seis segundos à frente, as principais disputas se deram do segundo lugar para trás. Tilkian se recuperou do 15º lugar na prova de sábado para frequentar a segunda posição no pódio. Foi dele ainda a melhor volta da corrida ao estabelecer a marca de 1min25s810, na sexta volta, com média horária de 128,670 km nos 3.067 metros da pista carioca. Neto de Nigris repetiu o terceiro lugar do sábado (21), mantendo-se vivo na luta pelo campeonato. Outro que se recuperou do mau resultado da véspera foi o vice-líder da competição Fernando Junior, excluído da prova anterior, mas que neste domingo chegou na quarta colocação.

Depois de 20 voltas, o resultado final da oitava etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge foi o seguinte:

1º) Márcio Campos (RS/Sicredi Racing), 30min06s390
2º) Rubens Tilkian (SP/Scuderia 111) a 6s509
3º) Neto de Nigris (SP/De Nigris-Europamotors), a 11s686
4º) Fernando Júnior (RS/ WCR), a 12s148
5º) Edson Júnior (SP/RSports), a 13s222
6º) Léo de Nigris (SP/De Nigris-Europamotors), a 37s765
7º) Sergio Martinez (SP/Manelão Competições), a 40s018
8º) Marcos Paioli (SP/Paioli Racing), a 42s326
9º) Beto Rossi (SP/CenterBus-Petrobras), a 45s081
10º) Luiz Carlos Zapellini (SC/Rodoerre Racing), a 48s006
11º) Peter Michael Gottschalk (SP/Paioli Racing), a 48s309
12º) Alexandre Papazissis (SP/Rsports), a 1min01s439
13º) Renato Camargo (SP/De Nigris Europamotors), a 1min09s466
14º) Cesare Marrucci (SP/CenterBus-Petrobras), a 1min20s506
15º) Peter Gottschalk Júnior (SP/Paioli Racing), a 1min21s197
16º) Arnaldo Diniz Filho (SP/Scuderia 111), a 2 voltas
NÃO COMPLETARAM
Roberto Santos (SP/Della Via), a 9 voltas
José Fernando Amorim Júnior (SP/Fiolux Motorsports) a 10 voltas
Melhor volta: Tilkian, na 6ª, 1min25s810, média de 128,670 km/h

CLASSIFICAÇÃO
Após oito etapas, os 15 primeiros na pontuação são: 1º) João Campos/Márcio Campos, 138 pontos; 2º) Fernando Júnior, 109; 3º) Neto de Nigris, 94; 4º) Cesare Marrucci, 91; 5º) Léo de Nigris, 83; 6º) José Fernando Amorim Júnior, 52; 7º) Rubens Tilkian, 51; 8º) Beto Rossi, 49; 9º) Carlos Kray e Michelle de Jesus/Sérgio Martinez, 47; 11º) Sérgio Chamon, 41; 12º) Renato Camargo e Luiz Zappelini/Rafael Zappelini, 36; 14º) Arnaldo Diniz Filho, 33; 15º) Alexandre Papazissis/Humberto Santos, 32.

Texto: Grelak Comunicação – (45) 3037-6667
Imagens: Fernanda Freixosa


1944 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response