http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Luiz Ribeiro levanta o “caneco” de campeão em Tarumã

Corrida disputada neste domingo (22/11) marcou encerramento dos campeonatos regionais

Por três vezes bateu na trave, mas esse ano Luiz Ribeiro pôde finalmente comemorar a conquista do campeonato gaúcho de Marcas & Pilotos. O piloto de Bom Retiro do Sul, tinha grande vantagem na classificação e pôde administrar o resultado na primeira das duas corridas disputadas neste domingo (22/11) em Tarumã.

- Precisávamos de um resultado mínimo e por isso conseguimos até poupar o carro. Vínhamos tentando e tínhamos conseguido já 3 vezes o vice-campeonato e finalmente conseguimos o título. Agora vamos tocar e tentar confirmar o campeonato no ano que vem – vibrou Ribeiro.
IMG_5853
Durante a temporada, Ribeiro começou competindo com um Uno e na metade do campeonato passou a correr com o Ford Ka, que demonstrou mais resistência e confiabilidade na pista. Para chegar a conquista Ribeiro conquistou vitórias na 1a corrida em Tarumã, duas vitórias seguidas em Guaporé; uma em Rivera e outra na penúltima etapa em Tarumã.

Na classe B, quem também comemorou foi o Fernando Seabra, com o celta 00. Ao chegar na 2ª colocação na primeira corrida, ele assegurou a pontuação para conquista do título.

- Foi muito melhor do que a gente imaginava. Este foi meu primeiro campeonato então tudo foi novidade e tive que aprender muito em cada nova pista. Graças a Deus deu tudo certo e o mérito vai muito para o João Cardoso Jr (Machão) e toda sua equipe que me deram sempre um carro excelente e acima da minha pilotagem – disse Seabra.

O vencedor na primeira prova foi Cléber Vieira, do Gol 40 que acertou na estratégia de pneus.

- Na tomada de tempo, acabamos optando por poupar pneus para corrida. Desisti de tentar a pole position porque estava muito calor e o gasto estava muito elevado. Felizmente, deu certo – comemorou.

Na segunda prova o piloto do carro 40 pisou fundo novamente e sustentou a dianteira o tempo todo pressionado no início por Fernando Seabra e, depois, por Rafael Biancini que chegou em 2º lugar na corrida.

O domingo teve ainda a disputa de outras categorias. Na Copa Fusca a primeira bateria teve domínio de Fabrício Fraga. Na segunda prova, vitória de Daniel Oliveira. O título na categoria fica com Daniel Fighera.

Entre os carros da Fórmula o domínio foi de Lucas Alves na primeira corrida, que termina o certame como campeão, e Lucas Toresan na segunda prova.

Já na Copa 1.4, destinada a novatos, o trunfo foi de Tiago Takagi, com o Celta 54 que sagrou-se campeão. Na segunda prova, vitória de Fabiano Cardoso com o Celta 18.

A programação do automobilismo gaúcho será agora voltada para a mais tradicional corrida de longa duração, as 12 Horas de Tarumã. A largada acontece à meia noite de sábado (19/12). Tarumã prepara ainda uma grande festa para noite de 27 de novembro com o aniversário do Racha Tarumã.

Sobre o Autódromo de Tarumã

Localizado em Viamão, na Grande Porto Alegre, é o circuito que detém a maior média de velocidade do Brasil. Trata-se de um circuito dos mais tradicionais do país, com curvas de altíssima, média e baixa velocidades, e um “esse” em descida, a chamada “Curva do Tala-larga”, que exige grande perícia e sangue-frio dos pilotos. A pista tem extensão total de 3.039 metros, com 9 curvas.

PlayPress Assessoria de Imprensa
Fotos: Murilo Carvalho/Automobilismo em Foco


579 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.