http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Kart: Matheus Leist disputou Copa das Federações e ficou muito perto da vaga na Copa das Américas

Incidente incomum fez piloto gaúcho sofrer penalização por falta de peso

O gaúcho Matheus Leist (TMA Competições) esteve muito perto de alcançar um dos objetivos traçados para a disputa do último evento nacional do ano no kartismo brasileiro, a 2ª Copa das Federações, na última semana em Vespasiano, na Grande Belo Horizonte (MG). A competição foi realizada em um dos mais novos e modernos kartódromos do País, o RBC Racing.

Leist competiu na categoria Sudam Júnior, que oferecia vagas em duas importantes competições internacionais na próxima temporada, o Troféu Academia e a Copa das Américas. A primeira era oferecida ao campeão da Seletiva, que representará o Brasil nas três etapas da edição de 2013 da competição, disputada na Europa. E o vice-campeão e o terceiro colocado se classificariam para disputar a Copa das Américas, no México.

E Matheus Leist esteve sempre muito competitivo e rápido, seja em treinos, seja na tomada de tempos e baterias, a ponto de terminar a primeira corrida da programação em segundo lugar entre 12 dos mais capacitados pilotos da categoria no Brasil. Animado, Leist partiu para a segunda e decisiva bateria, terminando-a em 3º.

A soma de pontos das duas provas fez com que Matheus Leist terminasse como vice-campeão – com a mesma pontuação do campeão – e dono de uma das vagas para a Copa das Américas. Porém, ao chegar no Parque Fechado para pesar seu equipamento, veio a decepção.

“O banco do kart do Matheus quebrou em razão do chumbo que ele carregava, algo muito difícil de acontecer. O chumbo, que servia para completar o peso solicitado pelo regulamento, caiu na pista. Assim, quando o Matheus foi pesar o kart acabou desclassificado por falta de peso”, lamenta José Carlos Spier, o Nico, responsável pela logística do piloto de Novo Hamburgo (RS).

Matheus Leist, que atingia seu objetivo, ficou extremamente chateado com a desclassificação. “Puxa, fizemos tudo certo, meu chassi Techspeed estava muito bem acertado pela MZ Racing e o motor da RBC era muito bom. Aí acontece uma coisa como esta, faz parte, mas deixa a gente muito triste, pois era um resultado muito importante, em uma categoria que reunia um time de pilotos ótimos e que valia uma vaga em um campeonato internacional”, disse o piloto, que fez uma Copa das Federações impecável, sempre muito rápido e totalmente adaptado à pista, que ainda não conhecia, ao contrário de muitos de seus adversários.

“Só tenho a agradecer à MZ Racing, à RBC e à Techspeed, pelo ótimo trabalho, e focar nas competições do próximo final de semana, também muito importantes”, finaliza Matheus Leist (TMA Competições), que terá pela frente a decisão do Light, quando buscará vaga para o Grande Prêmio RBC, eventos que serão disputados no Kartódromo de Interlagos, zona sul de São Paulo.

Texto: KG COM Assessoria de Comunicação – Erno Drehmer – (51) 3452-2113
Imagens: Flávio Quick


1813 dias ago by in Kart , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response