http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

GT Open: Luiz Razia e Van Der Drift vencem em Nurburgring. Rafael Suzuki e Pantano terminam em 2º

Saindo da pole position, o brasileiro e o neozelandês venceram a 1ª corrida da etapa na categoria GTS. A dupla ítalo-brasileira completou a dobradinha para a equipe Bhai Tech

Comprovando a evolução no International GT Open, a equipe italiana Bhai Tech conquistou a primeira vitória em sua temporada de estreia com Luiz Razia e Chris Van Der Drift na corrida deste sábado (1), em Nurburgring. Rafael Suzuki e Giorgio Pantano completaram a dobradinha dos McLaren MP4-12C na categoria GTS (para carros GT3) com a 2ª posição na prova.

Após uma manhã de muita neblina no circuito alemão, o que atrasou toda a programação, os pilotos tiveram apenas 15 minutos cada para a tomada de tempos. Na primeira sessão, com a pista ainda secando, o neozelandês Chris Van Der Drift cravou a pole position da categoria e garantiu o 3º lugar no geral. Rafael Suzuki vinha fazendo o melhor tempo, mas foi atrapalhado na última curva, e ficou com o 5º tempo na categoria e o 10º posto no grid. Luiz Razia e Giorgio Pantano saíram logo na sequência para a classificação que definiu o grid de largada da segunda corrida, que acontece neste domingo. O italiano marcou o 2º melhor tempo da categoria, enquanto o brasileiro garantiu o 5º lugar. No geral, eles largarão em 5º e 8º, respectivamente.

Rafael Suzuki e Giorgio Pantano sairam do 10º para o 2º lugar na categoria GTS

Rafael Suzuki e Giorgio Pantano sairam do 10º para o 2º lugar na categoria GTS


Na corrida, que teve 50 minutos de duração – 20 a menos do que o programado -, Van Der Drift assumiu a 1ª posição na primeira curva, mas mesmo sendo superado por dois carros GT2 (que são mais rápidos) e pressionado por um concorrente, entregou o carro para o baiano Luiz Razia na liderança da categoria. O brasileiro voltou na frente após a parada e manteve o mesmo bom ritmo de seu companheiro para cruzar a linha de chegada em 1º lugar.

Suzuki fez uma grande largada, pulando de 10º para a 3ª posição entre os GT3, e imprimiu forte desempenho, abrindo uma boa distância para o quarto colocado até a parada para troca de pilotos. A equipe perdeu cerca de sete segundos a mais do que os 70 obrigatórios para o pit-stop, mas Pantano ainda conseguiu fazer uma ultrapassagem para completar as 24 voltas no 2º lugar.

A segunda corrida está marcada inicialmente para as 12h15 deste domingo (horário alemão), e também terá duração de 50 minutos.

Luiz Razia:
“Ainda é tudo novo para mim, mas foi muito bom ganhar a primeira corrida para a equipe. Temos ótimos pilotos e trabalhamos bastante nas últimas corridas, então esse é um resultado muito merecido para toda a equipe”

Rafael Suzuki:
“O carro se comportou bem durante toda prova, consegui ganhar algumas posições nas primeiras voltas, o que ajudou no ritmo. Estive perto do Chris (Van Der Drift), mas o pit stop deles foi bem rápido. É muito bom ver que a equipe toda está no caminho certo, e sempre evoluindo”

Roberto Costa, diretor técnico da Bhai Tech:
“Além do resultado excelente, foi importante que todos os pilotos andaram muito bem e entregaram os carros em condições competitivas para seus companheiros. Ainda temos muitos pontos a melhorar, mas estamos colhendo os resultados de todo o aprendizado e trabalho feito depois de Portimão”

Resultado da 1ª corrida em Nurburgring:
1 – Montermini-Filippi (Ferrari 458) / (Super GT – GT2) – 24 voltas
2 – Sijthoff-Longin (Corvette Z06) / (SGT) – 5″334
3 – Ramos-Pastorelli (Corvette Z06) / (SGT) – 12″898
4 – Chris Van Der Drift-Luiz Razia (McLaren MP4-12C) / (GTS – GT3) – 17″029
5 – Rafael Suzuki-Giorgio Pantano (McLaren MP4-12C) / (GTS – GT3) – 19″352
6 – Cameron-Griffin (Ferrari 458) / (SGT) – 36″735
7 – Di Guida-Bleekemolen (Porsche 997 GT3) / (GTS – GT3) – 47″435
8 – Bontempelli-De Marco (Ferrari 458 GT3) / (GTS – GT3) – 47″954
9 – Toril-Seyffarth (Mercedes SLS) / (GTS – GT3) – 48″810
10 – Costantini-Barba (Ferrari 458 GT3) / (GTS – GT3) – 1’02″143
11 – Cordoni-Camathias (Ferrari 458 GT3) / (GTS – GT3) – 1’04″476
12 – Maleev-Ladygin (Ferrari 458 GT3) / (GTS – GT3) – 1’04″634
13 – Beretta-Lyons (Ferrari 458 GT3) / (GTS – GT3) – 1’14″145
14 – Rosell-Mavlanov (Ferrari 458 GT3) / (GTS – GT3) – 1’16″249
15 – Wong-Lavio (Corvette Z06 GT3) / (GTS – GT3) – 1’16″977
16 – Tutumlu-Deverikos (Porsche 997 R) / (GTS – GT3) – 1’23″665
17 – Sdanewitsch-Rugolo (Ferrari 458 GT3) / (GTS – GT3) – 1’28″927
18 – Camp-Versluis (Corvette ZR1) / (SGT) – 1’29″795
19 – Earle-Kremer (Ferrari 458 GT3) / (GTS – GT3) – 1 volta
20 – Gruber-Kogay (Porsche 997 R) / (GTS – GT3) – 2 voltas
21 – Talkanitsa-Talkanitsa (Ferrari 458) / (SGT) – 3 voltas
Não completaram
4ª volta – Calari-Gardel (Ferrari 458 GT3) / (GTS – GT3)
3ª volta – Hamilton-Schirò (Porsche 997 R) / (SGT)

Texto: EverSports
Fotos: FotoSpeedy


1604 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response