http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

GT: Largada espetacular e ritmo impecável fazem de Campos o principal destaque em Interlagos

Paranaense da Girho’s é responsável por um dos melhores inícios de prova da história recente da categoria, pulando de 23º para oitavo em uma única volta

O piloto Girho’s Julio Campos pode não ter vencido a prova que abriu a terceira rodada dupla do Campeonato Brasileiro de Gran Turismo, mas foi o principal destaque da corrida disputada na tarde deste sábado no Autódromo de Interlagos. O paranaense, que também compete na Copa Caixa Stock Car, fez uma largada espetacular, a mais impressionante da história recente da categoria, ultrapassando nada menos que 15 carros em uma só volta: de 23º e último, Campos completou a volta inicial em oitavo lugar.

Júlio Campos


O início de prova fabuloso de Campos foi complementado com uma atuação impecável a bordo do Lamborghini LP600 da Scuderia 111. Em sua primeira prova com o carro vermelho número 63, o paranaense fez frente a pilotos habituados a andar na frente, como o carioca Cacá Bueno, da BMW, com quem travou uma disputa eletrizante e só perdeu a posição após o equipamento apresentar pequenos defeitos no meio da corrida de 50 minutos de duração.

“Pela manhã, voltamos a ter problemas na bateria do carro, que acabou. Com isso, não fiz a tomada de tempos e larguei em último, mas, logo na largada, cruzei em oitavo e, quando o safety car entrou na pista, juntou todo o pelotão. Fui passando um por um até chegar ao Valdeno Brito, que era o quarto”, descreve Campos, que foi o dono do melhor trecho final do circuito e com frequência era o carro com a maior velocidade máxima no “speed trap”, com velocidades acima dos 240 km/h.

“No entanto, o carro começou a falhar e foi quando o Cacá me passou. Depois, voltou ao normal. A gente ainda não sabe o que era, e isso aconteceu por duas, três voltas. Acabou que entreguei o carro em quinto e o Figueiroa recebeu a bandeirada em sétimo. Foi muito bom para a gente, ótimo para uma primeira corrida. Agora, precisamos treinar bastante para buscarmos um acerto de corrida, mas a gente estava rápido. Pena não termos largado em segundo ou terceiro, que era nosso lugar”, completa.

A prova que fecha a rodada dupla acontece neste domingo a partir do meio-dia de Brasília. A RedeTV! e o canal por assinatura SporTV, assim como o site oficial da categoria (www.portalgt.com.br) exibem a disputa ao vivo. Confira o resultado final em Interlagos:

1. Marcelo Hahn/Allam Khodair (Lamborghini), 28 voltas em 50:21.652
2. Paulo Bonifacio/Sergio Jimenez (Mercedes-Benz), a 7.835
3. Valdeno Brito/Constantino Jr. (BMW), a 20.470
4. Cacá Bueno/Claudio Dahruj (BMW), a 39.665
5. Cleber Faria/Duda Rosa (Mercedes-Benz), a 51.837
6. Vanuê Faria/Renan Guerra (Mercedes-Benz), a 52.012
7. Guilherme Figueiroa/Julio Campos (Lamborghini), a 1:18.034
8. Bruno Garfinkel/Renato Kastropil (Lamborghini), a 1:21.120
9. Felipe Tozzo/Raijan Mascarello (Ferrari), a 1 volta
10. Fernando Croce/Fernando Croce (Corvette), a 1 volta

Texto: MS2 Comunicação
Fotos: Rafael Gagliano / MS2


1947 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response