http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

GT Brasil: Boni e Jimenez vencem segunda corrida em Curitiba

Completando mais uma prova sem erros, dupla chegou à quinta vitória em seis etapas disputadas com a Mercedes SLS GT3 desde o ano passado

Depois de receber a bandeirada na primeira posição em seu retorno ao Campeonato Brasileiro de Grã-Turismo, em prova realizada no último sábado no Autódromo Internacional de Curitiba, a dupla Paulo Bonifácio e Sérgio Jimenez conquistou neste domingo (27) mais uma vitória com a Mercedes SLS GT3 da Pool Racing Team. A dupla paulista perdeu os pontos conquistados na pista na etapa anterior (veja detalhes abaixo), mas voltou ao alto do pódio neste domingo durante a quarta etapa da temporada de 2012 do GT Brasil.

Embora o roteiro da prova que encerrou o fim de semana tenha sido um pouco diferente daquele do dia anterior, o “carro-jeans” da Pool Racing Team foi novamente o primeiro a receber a bandeirada quadriculada na cena final da corrida deste domingo. Largando da quarta posição, a dupla paulista assumiu a liderança depois da parada obrigatória para troca de pilotos, e conquistou um resultado bem mais apertado do que no dia anterior – quando Boni recebeu a bandeirada mais de 20 segundos à frente do segundo colocado.

“Mais uma vez trabalhamos muito bem como equipe, e a atenção que estamos tendo a cada um dos itens que podem fazer a diferença na pista está rendendo bons resultados”, disse Boni. “Neste domingo, soubemos explorar os pontos fortes do nosso carro, que são a capacidade de tração e o torque, para assumir e manter a liderança. Fiz uma boa largada, tivemos um ritmo muito competitivo e, como não poderia deixar de ser, contamos com um pouco de sorte. Cheguei a tocar em um retardatário, mas nosso carro não perdeu desempenho e pudemos chegar a mais essa vitória. Foi um fim de semana fantástico”, acrescentou.

A parte final da corrida deste domingo foi marcada por intensa disputa envolvendo Sérgio Jimenez, Cacá Bueno e Valdeno Brito – que completaram o pódio junto de seus parceiros Claudio Dahruj e Constantino Júnior. Mesmo atrapalhado diversas vezes por retardatários – fato que já havia ocorrido tanto na prova de sábado quanto no treino de classificação -, Jimenez soube suportar a pressão e venceu com uma vantagem de apenas seis décimos de segundo para Cacá Bueno.

“Tive que administrar o carro com os pneus já desgastados e a disputa final com o Cacá foi muito dura. Tive muitos problemas com os retardatários, e todas as vezes em que consegui algum refresco em relação a ele, acabava perdendo tempo nas ultrapassagens. Sair de Curitiba com duas vitórias conquistadas na pista representa uma grande conquista da Pool Racing Team, e vamos trabalhar nossos pontos fracos para a etapa de São Paulo para buscar outros dois bons resultados”, declarou Jimenez.

Faltou 1,5kg – Vencedores da corrida de sábado do GT Brasil em Curitiba, Boni e Jimenez perderam os 20 pontos conquistados na pista em razão da falta de 1,5kg no peso do lastro obrigatório que deve ser carregado pela dupla nas etapas do GT Brasil. Embora o peso total do carro estivesse de acordo com o regulamento, que é de 1.370kg, a ausência de 1,5kg no peso do lastro posicionado ao lado do piloto feriu o artigo 47 do Adendo 1 do Regulamento Desportivo da categoria. No Campeonato Europeu de Grã-Turismo são aplicadas multas para pequenas infrações como esta – que não interferem diretamente no desempenho do carro e são ocasionadas por descuido ou erro de calibragem nos instrumentos de aferição de peso, e não por má fé.

Veja como terminou a corrida deste domingo em Curitiba, e como ficou o campeonato após quatro etapas:

1) P.Bonifacio/S.Jimenez (MB, SP/SP), 37 voltas em 51:14.342
2) C.Bueno/C.Dahruj (BM , SP/SP), a 0.613
3) V.Brito/Constatino Jr (BM , PA/SP), a 1.200
4) V.Faria/R.Guerra (MB , SP/SP), a 25.140
5) R.Derani/C.Ricci (FE , SP/RS), a 25.912
6) C.Faria/D.Rosa (MB , SP/RS), a 31.810
7) F.Tozzo/R.Mascarello (FE , RS/MT), a 1 volta
8 ) L.Varassin/R.Mathias (VI , PR/SP), a 1 volta
9) M.Hahn/A.Kohdair (LA , SP/SP), a 1 volta
10) F.Ebrahim/W.Ebrahim (AU , PR/PR), a 1 volta
11) C.Kray/A.Toso (LA , RS/RS), a 2 voltas
12) V.Pinheiro/L.Burti (LO , SP/SP), a 3 voltas
13) E.Oliveira/W.Freire (FE , SP/SP), a 3 voltas
14) S.Laganá/A.Hellmeister (AM , SP/SP), a 3 voltas
15) M.Melo/J.Gonçalves (GI , SP/SP), a 3 voltas
16) L.Cordeiro/V.Genz (BM , SP/RS), a 4 voltas
17) C.Almeida/P.Ventura (LA , RS/RS), a 12 voltas
18) F.Greco/V.Rossete (MA , SP/SP), a 20 voltas
19) F.Poeta/R.Sandoval (LA , RS/RS), a 32 voltas

Melhor Volta: M.Hahn/A.Kohdair, 1:18.115 (170,28 km/h)

Campeonato
1) Caca Bueno/Cláudio Dahruj, 69
2) Cleber Faria/Duda Rosa, 63
3) Fábio Ebrahim/Wagner Ebrahim, 49
4) Renan Guerra/Vanuê Faria, 42
5) Cláudio Ricci/Rafael Derani, 41
6) Marcelo Hahn/Allam Khodair, 41
7) Constantino Junior/Valdeno Brito, 26
8 ) Felipe Tozzo/Raijan Mascarello, 25
9) Andersom Toso/Carlos Kray, 25
10) Paulo Bonifácio/Sergio Jimenez, 20
11) Henrique Assunção/Ronaldo Kastropil, 20
12) Ramon Matias, 20
13) Fernando Poeta, 19
14) Cristiano de Almeida/Pierre Ventura, 18
15) Renato Cattalini, 12
16) Felipe Roso/Vinicius Roso, 11
17) Walter Derani, 11
18) Roger Sandoval, 8
19) Lorenzo Varassin, 8
20) Fernando Croce/Fernando G. Croce, 6

Texto: Inova Comunicação – Rafael Durante
Imagens: Fernanda Freixosa


1947 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response