http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Gaúcho de velocidade: Superação, disputas intensas e vitória apertada em Tarumã

Fernando Seabra e Thiago Messias foram os mais rápidos na primeira corrida do ano da Copa 1.4 disputada em Viamão
O domingo (19/03) foi perfeito para a clássica combinação de automobilismo e lazer. Com sol e temperaturas amenas, o público compareceu em grande número no Autódromo Internacional de Tarumã para a 1a etapa da Copa 1.4, Copa Fusca e Copa Classic.

A categoria 1.4 foi a atração principal com um grid de mais de 30 carros e muitas brigas por posições na pista. Na primeira prova, Thiago Messias, do Celta 111, que havia largado na pole, proporcionou uma intensa disputa com o Celta 0 guiado por Fernando Seabra. Os dois carros eram ameaçados de perto, por Analino Sirtuli, o “Choka”, no Corsa 8 e pelo Corsa 90 de Rodrigo Ribas. Sem condições de treinar ao longo da semana a equipe enfrentou dificuldades com o acerto do carro no início da prova, segundo o piloto Fernando Seabra.
307640_687975_taruma_copa_1__51_
- Dei apenas cinco voltas em treino livre e por isso estava um pouco desconfortável com o carro. Na largada consegui passar o “Choka” e o “Ribas” aqui na entrada da Curva 2 e depois a disputa foi com o Messias. Aproveitei uma pequena escorregada que ele deu na saída da Curva 2 e pude assumir a ponta – comemorou Seabra.

A segunda prova foi tão intensa quanto à primeira. Com o grid invertido, nos dez primeiros postos, as primeiras posições ficaram emboladas e Analino Sirtuli mostrou forte poder de reação assumindo a ponta. Porém quem teve ainda mais arrojo foi Thiago Messias que teve atuação espetacular ganhando posições e roubando a primeira colocação em uma manobra espetacular sobre o adversário “Choka” na reta dos boxes.

- Eu credito o sucesso da manobra a um pouco de sorte, porque o “Choka” é conhecido por não errar e não deixar espaço. No momento em que ele colocou perto do muro, no balanço do carro ele acreditou que eu não entraria ali porque o espaço era muito restrito. Acho até que raspei o espelho no muro, mas que bom que deu certo. Foi a coroação de um final de semana sensacional porque eu fiz a pole e queria ter ganho a primeira bateria – afirmou Messias.

Na Copa Fusca, o domínio foi de Daniel Oliveira que venceu as duas baterias. Na classificação, o piloto do Fusca 42 foi seguido de Jorge Flores, no Fusca 98.

Novidade na programação, a Copa Classic, que integrava calendário conjunto com os carros do Endurance em anos anteriores, passou a fazer parte da programação ao lado da Copa 1.4 e dos Fuscas. O domínio foi de Leonardo Flores com o Fusca 55 que faturou as duas corridas seguido de Vineton Zambom com o Gol 27.

PlayPress
Fotos: Marcelo Matusiak


94 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.