http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

F3 Brasil seguirá com melhor custo-benefício entre todas as divisões da categoria no mundo

Investimento necessário para a disputa da temporada será o mesmo em relação ao ano passado; Testes continuam ilimitados ao longo de 2015

Principal categoria de formação de pilotos do País, a Fórmula 3 Brasil manterá para este ano a relação custo-benefício que a tornou a divisão mais em conta do torneio em todo o mundo para a temporada 2015, que será iniciada entre os próximos dias sete e oito de fevereiro, com a realização da primeira das oito rodadas duplas da temporada, marcada para o Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR).

A exemplo do que ocorreu em 2014, quando um esforço entre chefes de equipe, da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) e da Vicar, empresa promotora da categoria, permitiu a redução dos custos da categoria, a temporada 2015 permitirá que um piloto dispute a temporada com um investimento máximo de R$450 mil, o mais baixo para a disputa de um campeonato de Fórmula 3 no mundo.
244310_470758_20141123_pedropiquet_goiania_foto_lucabassani
“Para este ano, a Confederação Brasileira de Automobilismo seguirá com o apoio dado desde a temporada passada à Fórmula 3 Brasil”, comenta Cleyton Pinteiro, presidente da CBA. “Ficamos muito satisfeitos com o andamento da categoria em 2014 e temos certeza de que, em um curto período, estes pilotos aparecerão nos principais campeonatos do mundo”, celebra o dirigente.

Augusto Cesário, chefe de equipe mais vezes campeão da categoria no Brasil (considerando a fase sul-americana do torneio), rasga elogios para o torneio nacional, que considera como o melhor do mundo em se tratando de Fórmula 3. “A qualidade do nosso campeonato é imbatível em todos os sentidos: desenvolvimento técnico, chassi, segurança, pneus e custo”, comenta.

Para o representante da Cesário Fórmula, o valor necessário para se investir na categoria e a liberdade para realização de treinos são razões que colocam a Fórmula 3 Brasil entre os melhores do mundo. “Aqui o piloto pode treinar a vontade e disputar as etapas. Na Euroseries Fórmula (antiga Fórmula 3 Espanhola), o competidor tem que investir pelo menos R$1,1 milhão e só realiza treinos nos finais de semana de corrida”, prossegue.

Cesário vê ainda o carro da categoria, equipado com chassi Dallara e motor Berta, como a melhor opção para aqueles pilotos que pretendam seguir a trilha dos principais campeonatos de monopostos do mundo. “O Fórmula 3 é um carro muito bem construído, perfeito para pilotos que queiram tentar carreira em categorias como a Fórmula 1″, encerra.

Outra característica da Fórmula 3 Brasil que segue desde os anos de sua fase sul-americana diz respeito a continuidade dos pilotos na categoria por algumas temporadas. Isso será seguido por Pedro Piquet, campeão de 2014 com 12 vitórias em 16 corridas. Mesmo com condições de seguir para o automobilismo europeu, o piloto optou por seguir no torneio brasileiro.

Os organizadores da Fórmula 3 Brasil já conta com a expectativa de um grid de 18 pilotos para a prova de abertura do campeonato.

Confederação Brasileira de Automobilismo
Foto: Luca Bassani


1000 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.