http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Empolgado pela primeira vitória na Nascar, Nelsinho Piquet tem corrida “mais difícil do ano”

“Martinsville é uma pista em que sempre acontecem muitas batidas e muitos abandonos. Vamos nos concentrar em terminar a corrida. Chegar entre os cinco será ótimo”

Duas semanas depois de conseguir sua primeira vitória na Nascar, Nelsinho Piquet terá pela frente uma prova que define como “a corrida mais difícil do ano” neste sábado em Martinsville.

A tradicional pista da Virgínia é a mais curta da temporada, com 0,526 milha de extensão. Como é praticamente todo plano -inclinação zero nas retas e com 12º de ângulo nas curvas- e bastante estreito, é considerado um dos circuitos mais travados da Nascar.

“Martinsville é completamente diferente de tudo aquilo que eu aprendi em meu repertório como piloto. E tem as características das pistas em que os americanos começam no automobilismo. É um lugar que eu acho muito mais complicado enquanto os concorrentes encaram como uma volta às origens. É sem dúvida a corrida mais difícil do ano para mim”, conta o piloto do Chevrolet Silverado número 30 da equipe Turner Motorsports.

Para favorecer sua adaptação à característica de Martinsville, Piquet Jr. realizou uma verdadeira maratona em pista curta desde a estreia na temporada da Nascar Truck Series, no último final de semana de fevereiro em Daytona (quando largou na primeira fila e liderou a corrida durante mais de dez voltas).

“Usamos bem o intervalo de quase um mês para treinar em pistas mais travadas. Acumulei bastante experiência nos testes com o equipamento da Truck Series e inclusive minha primeira vitória, correndo pela K&N Series em Bristol”, acrescenta o piloto, que aproveitará sua recente passagem pelo victory lane para homenagear outra vitória famosa na família.

Nesta etapa, o Silverado #30 terá uma menção especial ao tricampeão de F1 Nelson Piquet. A parte traseira da picape estampará o layout da pista de Long Beach, palco da primeira vitória de Piquet na categoria que o consagrou. “Acabei de conseguir minha primeira vitória na Nascar em Bristol e, aproveitando que a corrida de Martinsville é um dia depois da data de aniversário da vitória do meu pai, resolvi fazer essa homenagem a ele pela performance exemplar em Long Beach há 32 anos.”

Naquela prova, Piquet cravou a pole com mais de um segundo de vantagem sobre o segundo colocado, anotou a volta mais rápida e cruzou a linha de chegada com mais de 49s de margem para Riccardo Patrese, o segundo colocado. Emerson Fittipaldi foi o terceiro, naquele que seria seu último pódio na F1.

Festividades à parte, Nelsinho Piquet não esconde que sua meta em Martinsville é primeiro terminar a prova. “Aqui sempre acontecem muitas batidas e muitos abandonos. Vamos nos concentrar em terminar a corrida. Chegar entre os cinco será ótimo”, afirma o brasileiro, lembrando que a conservação dos freios é um ponto fundamental nesta etapa.

Ele alerta ainda para outro ponto importantíssimo, que é o posicionamento na pista. “É muito fácil perder 10 posições ou mais de uma só vez nessa pista, principalmente nas relargadas por fora. A Cup também corre aqui neste final de semana e conforme a borracha dos pneus desgastados vai se acumulando na linha externa, aquele trecho perde a aderência completamente e assim a linha de dentro pode levar bastante vantagem.”

No ano passado, Piquet Jr. correu as duas etapas da temporada da Truck Series marcadas para Martinsville. Na primeira, em abril, ele se recuperava de entorse no tornozelo e precisou de ajuda de muletas para circular na pista. Cravou o nono melhor tempo na classificação, mas acabou envolvido em um acidente e, oficialmente, terminou apenas em 30º. Na corrida de outubro, o brasileiro largou em 19º e terminou na 13ª posição.

O circuito de Martinsville foi fundado em 1947 e recebe regularmente corridas da Nascar desde 1948. Em 1955, a pista de terra foi pavimentada e, em 1976, foi aplicada uma cobertura de concreto sobre o asfalto das curvas -o que confere ao traçado a característica única de mesclar duas superfícies numa mesma volta. A Truck Series esteve presente neste palco desde 1995, ano de sua temporada inaugural. Em virtude de seu formato, a pista de Martinsville é conhecida na Nascar como um “gigantesco clipe de papel”.

Os treinos livres estão marcados para esta sexta-feira. A definição do grid está prevista para a manhã de sábado e a largada para a corrida de 250 voltas (131,5 milhas) deve acontecer às 14h30 pelo horário de Brasília. O canal Fox Sports anuncia a transmissão para o Brasil.

Sobre a Nascar Truck Series

A Nascar Camping World Truck Series é uma das três categorias de abrangência nacional da Nascar e é disputada desde 1995 por picapes em provas que acontecem apenas em pistas ovais.

Atualmente, há quatro fornecedoras de caminhonetes para a categoria: Chevrolet, Ford, Dodge e Toyota. A temporada de 2011, vencida por Austin Dillon, foi disputada por mais de 40 pilotos. As corridas tiveram, em média, 33 mil pagantes.

A temporada de 2012 terá 22 provas. Começou em Daytona e termina em 16 de novembro, em Homestead (Miami).

Sobre a Nascar

Fundada em 1948 por William Henry Getty France, a Nascar (National Association for Stock Car Auto Racing) é a mais tradicional categoria do automobilismo nos Estados Unidos. É a competição profissional líder em público pagante e segunda colocada em termos de audiência na TV americana.

Ela possui três categorias de disputas nacionais, além de inúmeras outras em divisões locais, que configuram a base da cultura do automobilismo competitivo nos EUA.

A principal categoria é a Nascar Sprint Cup Series, que tem 36 provas ao longo do ano. O atual campeão é Tony Stewart.

A outra divisão da Nascar é a Nascar Nationwide Series, que teve sua temporada inaugural em 1982. Seus carros são bastante parecidos com o da Cup, só que com potência inferior. Neste ano, Nelsinho Piquet deverá disputar algumas provas dessa categoria pela equipe Turner.

Links

www.npiquet.com
twitter.com/nelsonpiquet
www.turnermotorsportsllc.com

Texto: Luís Ferrari – imprensa@nelsonpiquet.com – 55 11 9919 3484
Imagens: Turner Motorsports


2032 dias ago by in Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response