http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Por que a Administração do Autódromo Internacional de Tarumã dificulta tanto?

O Autódromo Internacional de Tarumã mais uma vez dificulta a realização do trabalho de divulgação das categorias

Este final de semana será de velocidade no autódromo mais veloz do Brasil, que estará recebendo as categorias Endurance e Copa Classic. Porém, corre-se um sério risco de não haver divulgação por parte de alguns sites porque a administração do autódromo simplesmente não coopera, ao contrário, sempre coloca empecilhos. Isso é claro, quando respondem as solicitações.

Explicamos: toda vez que vai haver um evento automobilístico o pessoal da imprensa solicita o credenciamento para o promotor deste evento, pois há um interesse em estar divulgando o acontecimento a ser realizado e desta vez não foi diferente, assim como não foi diferente o tratamento dispensado pela administração do autódromo.

O Automobilismo em Foco (AEF) e mais cinco sites solicitaram credenciamento de imprensa para fotógrafos, que além das imagens, divulgam as provas através de seus sites, que não tem fins lucrativos, logo, não cobram para fazer este tipo de trabalho. Porém, a resposta recebida – e diga-se de passagem – através de um promotor destas categorias, pois para os solicitantes nem resposta foi dada, é a seguinte: “é complicada a questão de entrar na pista, pois são muitos fotógrafos”. Ou então, em raras ocasiões que responderam diretamente aos solicitantes a resposta foi que “nós temos um fotógrafo oficial no autódromo, vocês podem pegar as imagens com ele”.

Pois bem, o que a administração do autódromo entender com “entrar na pista”? Todos os oito fotógrafos que solicitaram o credenciamento são pessoas gabaritadas, experientes e profissionais no que fazem; com experiência em etapas de certames nacionais como Audi DTCC, GT Brasil, Stock Car e Indy. Os profissionais tem experiência e já trabalharam em eventos internacionais como a Fórmula Indy, em autódromos como Interlagos e Curitiba. Todos são cientes dos riscos e dos limites.

Não podemos acreditar que estes empecilhos venham da presidência do Automóvel Clube do Rio Grande do Sul e dos seus sócios. Assim como não acreditamos que estes empecilhos sejam solicitados pelas categorias, ao contrário, quem mais se beneficia com esta mídia gratuita do evento são as próprias categorias, pilotos e equipes. O AEF é visto em mais de 10 países, em 22 estados do Brasil. Qual é o patrocinador que não quer ter esta mídia gratuita?

É a primeira vez que vejo um promotor de um evento, no caso o Autódromo de Tarumã, não querer que o mesmo seja divulgado!

Qual é o estado que tem quatro autódromos no Brasil? Quais são os estados que tem uma variedade de categorias em certames regionais?

Será que a administração do Autódromo vai chegar para uma VICAR e dizer que não quer que fotógrafos de todos os cantos do país venham, pois “é complicada a questão de entrar na pista”, mas vocês “podem pegar as imagens com o nosso fotógrafo oficial”? Brincadeira tem hora!

Equipe Automobilismo em Foco


1971 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response