http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

DTM: Otimista, Augusto Farfus larga em 3º na Rússia após fim inusitado de classificação

Curitibano evoluiu durante a classificação, mas não conseguiu brigar pela pole porque a organização do DTM cancelou o Q4 por um motivo insólito: o espaço aéreo russo foi fechado para que o presidente russo Vladimir Putin pudesse voar, impedindo que o helicóptero médico decolasse, se fosse necessário

Augusto Farfus abriu a segunda metade da temporada 2013 do DTM com o pé direito. Fazendo sua estreia no Moscow Raceway, o piloto da BMW obteve bela performance na sessão classificatória realizada na tarde deste sábado (3). Farfus foi evoluindo em cada um dos segmentos da tomada de tempos e cravou a terceira marca do Q3, com 58s677. Entretanto, o curitibano não conseguiu brigar diretamente pela pole-position por um motivo inusitado. Pouco antes da fase final da sessão, o espaço aéreo russo foi fechado para que o presidente Vladimir Putin pudesse sobrevoar a região. Desta forma, não havia como o helicóptero médico decolar, caso fosse acionado. Assim, a organização do DTM optou por cancelar o Q4, definindo Mike Rockenfeller, piloto da Audi Sport Team Phoenix e atual líder do campeonato, como dono da posição de honra do grid em Moscou. Augusto, por sua vez, abre a segunda fila.

Farfus não escondeu o otimismo nesta abertura da segunda metade da temporada

Farfus não escondeu o otimismo nesta abertura da segunda metade da temporada


Farfus começou o sábado avaliando o rendimento de sua BMW no Moscow Raceway no único treino livre do fim de semana, alcançando o 14º melhor tempo pela manhã. À tarde, porém, a BMW RBM conseguiu melhorar o carro, e o curitibano voltou a exibir um bom ritmo de classificação.

A sessão classificatória teve início às 16h45, horário local, com a pista naturalmente mais emborrachada em relação à manhã. Logo no início da primeira parte da tomada de tempos, Farfus obteve 59s183 em seu primeiro stint. Depois de realizar seis voltas e voltar aos boxes, Augusto retornou à pista para melhorar seu tempo e garantiu de vez sua entrada no Q2 ao cravar 58s967, assegurando a sétima colocação do Q1 na Rússia.

Na abertura do Q2, que teve duração de dez minutos, Augusto exibiu evolução volta após volta. Ainda no começo deste segmento, o brasileiro assinalou 58s826, entrando facilmente na lista dos dez primeiros que avançaram à penúltima parte da classificação no circuito russo com o sexto melhor tempo.

Brasileiro destacou bom rendimento do carro e importância da estratégia

Brasileiro destacou bom rendimento do carro e importância da estratégia


A hora da verdade acabou por ser mesmo o Q3. A primeira marca de Farfus, 58s937, acabou sendo um pouco mais lenta em relação ao Q2, dando-lhe momentaneamente a quinta posição. Mas pouco depois, o brasileiro conseguiu realizar uma ótima volta e acabou pulando para terceiro ao registrar 58s677, entrando no seleto rol dos pilotos que disputariam a pole-position da primeira corrida do DTM no circuito russo.

Avançaram à quarta e última fase da classificação, pela ordem: Rockenfeller, Mattias Ekström, Farfus e Bruno Spengler. O equilíbrio exibido ao longo da classificação apontava uma disputa pela pole-position absolutamente imprevisível, já que o rendimento dos quatro primeiros colocados era muito parecido. Entretanto, com o cancelamento da parte final da sessão, não havia nada que pudesse ser feito. Assim, ficaram valendo as marcas do Q3, com Farfus garantindo um bom terceiro lugar no grid de largada.

A corrida tem largada prevista para as 8h30 (horário de Brasília) com transmissão ao vivo do canal por assinatura BandSports. Segundo a meteorologia, há 40% de possibilidade de chuva no momento da largada em Moscou.

Augusto Farfus:

“A gente conseguiu melhorar muito o carro, especialmente entre o treino livre e a tomada de tempos. Era uma pista nova, então não sabíamos ao certo qual a direção a ser tomada, mas fizemos um grande trabalho, o carro esteve bem equilibrado. A corrida será uma caixa de surpresas. O Q4 não aconteceu porque o Putin decidiu voar e fechou o espaço aéreo russo, e por isso acabou que o treino foi cancelado. De qualquer maneira, a gente tem um carro rápido, e cabe a nós termos uma boa estratégia para a corrida de amanhã. Estou bastante otimista.”

Confira o grid de largada em Hockenheim:

1) Mike Rockenfeller – Phoenix Audi – 58″423 – Q3
2) Mattias Ekström – Abt Audi – 58″604 – Q3
3) Augusto Farfus – RBM BMW – 58″677 – Q3
4) Bruno Spengler – Schnitzer BMW – 58″698 – Q3
5) Jamie Green – Abt Audi – 58″749 – Q3
6) Dirk Werner – Schnitzer BMW – 58″779 – Q3
7) Gary Paffett – HWA Mercedes – 58″831 – Q3
8) Pascal Wehrlein – Mucke Mercedes – 58″843 – Q3
9) Daniel Juncadella – Mucke Mercedes – 58″985 – Q3
10) Christian Vietoris – HWA Mercedes – 59″038 – Q3
11) Miguel Molina – Phoenix Audi – 58″907 – Q2
12) Adrien Tambay – Abt Audi – 58″910 – Q2
13) Filipe Albuquerque – Rosberg Audi – 58″914 – Q2
14) Timo Scheider – Abt Audi – 58″954 – Q2
15) Joey Hand – RBM BMW – 59″034 – Q2
16) Edoardo Mortara – Rosberg Audi – 59″133 – Q2
17) Timo Glock – MTEK BMW – 59″177 – Q1
18) Robert Wickens – HWA Mercedes – 59″285 – Q1
19) Martin Tomczyk – RMG BMW – 59″286 – Q1
20) Marco Wittmann – MTEK BMW – 59″400 – Q1
21) Andy Priaulx – RMG BMW – 59″442 – Q1
22) Roberto Merhi – HWA Mercedes – 59″467 – Q1

Texto: Eversports
Fotos: BMW


1515 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response