http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

DTM: Augusto Farfus larga na primeira fila em etapa decisiva no circuito de Zandvoort

Destaque durante todo o sábado, brasileiro ficou a menos de 0s1 do tempo do pole Marco Wittmann e parte em segundo na nona etapa da temporada. Mike Rockenfeller, seu grande adversário na briga pelo título, começa a corrida na terceira posição

Em dia da BMW, Augusto Farfus completou a dobradinha da montadora bávara na sessão classificatória da nona etapa do DTM, em Zandvoort, e conquistou a segunda colocação no grid de largada no circuito holandês, neste sábado (28). O brasileiro do Team RBM foi um dos destaques ao longo do dia e sempre esteve entre os mais rápidos. Pela sétima vez em nove corridas, Augusto se classificou entre os quatro primeiros, provando o quanto é forte em ritmo de classificação. No Q4, o postulante ao título da temporada cravou 1min30s979 e, por menos de 0s1, não conseguiu superar o jovem Marco Wittmann, também da BWM, que vai largar na pole-position pela primeira vez na categoria. Grande adversário de Farfus na briga pela taça, Mike Rockenfeller esteve o tempo todo próximo ao brasileiro, e assim será no grid de largada neste domingo. O alemão do Audi Sport Team Phoenix parte da terceira posição em Zandvoort.

Confiante, Augusto aposta no potencial da BMW para adiar decisão da temporada

Confiante, Augusto aposta no potencial da BMW para adiar decisão da temporada


Extremamente motivado e disposto a ir ao limite para levar a decisão do título para a última etapa da temporada, em 20 de outubro no circuito de Hockenheim, Farfus começou o sábado acelerando bem mais que Rockenfeller. Pela manhã, o brasileiro liderou a única sessão de treinos livres, com duração de 90 minutos, e despontou como grande favorito à conquista da pole-position, no período da tarde.

Desde o começo da classificação, a atração era o duelo entre Rockenfeller e Farfus. Lado a lado, a transmissão oficial do DTM mostrava o tempo dos dois, que foram à pista quase ao mesmo momento no início do Q1. E nesta fase, o brasileiro levou a melhor sobre o piloto da Audi e cravou a melhor volta do segmento que abriu a definição do grid de largada, indicando que o BMW M3 DTM tinha certa superioridade sobre seu oponente. Com 1min31s467, Augusto colocou o carro #7 na frente, enquanto ‘Rocky’ foi o quarto colocado.

Logo na abertura do Q2, Augusto mostrou o quanto estava forte em Zandvoort. Com 1min30s951, o brasileiro ocupou a liderança durante praticamente todo o segundo segmento da classificação, cavando assim seu lugar no Q3. Mas o rival Rockenfeller não teve a mesma tranquilidade. O líder do campeonato chegou a estar fora da zona de classificação para a terceira fase da sessão, mas, nos minutos finais, conseguiu uma volta salvadora e assegurou a quinta melhor marca, garantindo sua permanência na luta pela pole.

Mas já no fim do Q2, a Audi deu uma prova de que estava igualmente forte na Holanda. Isso porque Edoardo Mortara, que venceu a corrida no ano passado, cravou ótima volta e conseguiu assumir a ponta com o tempo de 1min30s919. Augusto também foi superado por Wittmann e fechou a segunda parte da classificação em terceiro. Rockenfeller acabou ficando em oitavo.

Logo que o começo do Q3 foi autorizado, os pilotos foram em busca dos melhores tempos e da consequente passagem para a fase final da classificação. Farfus, porém, deu apenas uma volta, mas não registrou marca, retornando para os boxes em seguida para que o Team RBM fizesse alguns ajustes no acerto do seu carro. Quando o brasileiro foi à pista novamente, restavam pouco mais de três minutos para o encerramento da terceira fase da sessão. Comprovando a ótima forma no circuito holandês, Augusto anotou 1min31s123, assumiu a primeira posição e garantiu sua ida ao Q4 pela sétima vez em nove corridas em 2013.

Obedecendo a ordem inversa aos classificados para a fase final da classificação, Rockenfeller foi o primeiro piloto a ir à pista no Q4. O candidato ao título anotou 1min31s325, um tempo longe do ideal para quem estava em busca da pole. Em seguida, foi a vez de Wittmann acelerar sua BMW M3 DTM em Zandvoort. O jovem da montadora bávara registrou um belíssimo tempo: 1min30s894, assumindo a pole provisória. Restavam ainda as voltas de Timo Scheider e Farfus para o encerramento da classificação. Contudo, o veterano da Audi marcou volta ainda pior que a de Rockenfeller.

Faltava apenas Augusto que, levando em conta o bom desempenho ao longo deste sábado, pintava como grande favorito à pole. O brasileiro conseguiu fazer uma bela volta, cravou 1min30s979, mas, por muito pouco, não conseguiu superar a grande marca de Wittmann, que vai largar na posição de honra do grid do DTM pela primeira vez na carreira. Farfus fecha a primeira fila e partirá numa boa colocação para a nona e penúltima etapa da temporada, onde tentará de tudo para levar a decisão para Hockenheim. A corrida em Zandvoort está marcada para domingo, às 8h30 (horário de Brasília), e terá transmissão ao vivo do canal por assinatura BandSports.

Augusto Farfus:

“Foi uma boa tomada de tempos. O objetivo era, antes de tudo, classificar à frente do Mike. A gente fez um carro super competitivo durante toda a classificação, então amanhã é torcer para termos uma boa largada e um ritmo de corrida forte para tentarmos chegar na frente dele e ver o que o resultado nos vai trazer. A estratégia certamente será fundamental. A Audi também vem muito forte, mas temos tudo para fazer um grande trabalho. Então o objetivo nosso é fazer uma boa largada e colocar o máximo de pressão nele.”

Confira o grid de largada em Zandvoort:

1) Marco Wittmann – MTEK BMW – 1’30″894
2) Augusto Farfus – RBM BMW – 1’30″979
3) Mike Rockenfeller – Phoenix Audi – 1’31″325
4) Timo Scheider – Abt Audi – 1’32″524
5) Joey Hand – RBM BMW – 1’31″439 – Q3
6) Filipe Albuquerque – Rosberg Audi – 1’31″443 – Q3
7) Edoardo Mortara – Rosberg Audi – 1’31″460 – Q3
8) Timo Glock – MTEK BMW – 1’31″614 – Q3
9) Adrien Tambay – Abt Audi – 1’31″621 – Q3
10) Miguel Molina – Phoenix Audi – 1’32″106 – Q3
11) Mattias Ekstrom – Abt Audi – 1’31″382 – Q2
12) Gary Paffett – HWA Mercedes – 1’31″414 – Q2
13) Dirk Werner – Schnitzer BMW – 1’31″442 – Q2
14) Pascal Wehrlein – Mucke Mercedes – 1’31″445 – Q2
15) Andy Priaulx – RMG BMW – 1’31″539 – Q2
16) Christian Vietoris – HWA Mercedes – 1’32″055 – Q1
17) Jamie Green – Abt Audi – 1’32″067 – Q1
18) Bruno Spengler – Schnitzer BMW – 1’31″546 – Q2 *
19) Martin Tomczyk – RMG BMW – 1’32″088 – Q1
20) Daniel Juncadella – Mucke Mercedes – 1’32″145 – Q1
21) Robert Wickens – HWA Mercedes – 1’32″241 – Q1
22) Roberto Merhi – HWA Mercedes – 1’32″357 – Q1

* Punido com a perda de duas posições no grid de largada

Texto: EverSports
Fotos: BMW / DTM


1536 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response