http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Crazy Kranz voltou com tudo neste final de ano

Depois de um hiato para os aficionados por carros antigos, o “encontro de carro véio reformado”, como os organizadores definem o evento, voltou com força total.

O Automobilismo em Foco juntamente com a Metal Garage Race Cars, parceiro do site, estiveram presente na volta do Crazy Kranz no último sábado, 24 de novembro, em frente a loja Kranz Pneus, na cidade de Novo Hamburgo. O espaço está ficando pequeno para a quantidade e qualidade de carros antigos, hot rods e outros “monstros” equipados com potentes motores V8 de outrora. O evento vem sendo realizado desde 2001 com uma periodicidade de 30 a 40 dias, com exceção de 2011 que houve uma paralisação nas atividades por causa da construção da linha do metrô na cidade, que passa em frente a loja.

Os deuses dos motores e dos Hot Rods trabalharam forte para a realização do evento, brindando o público com uma bela tarde de sol e calor, bem diferente do que estava sendo ensaiado no início da manhã de sábado, com tempo bodoso e chuvoso. Enfim, quem esteve presente foi muito bem recebido por Street Rod Willys 1941, Chevrolet 4-door Sedan 1938, Shelby Cobra 427, Maverick, Dodge Dart GranCoupe 1973 entre outras máquinas de encher os olhos e os ouvidos. E por falar em ouvidos, o som ficou a cargo da banda Old Stuff, que é especializada em Rockabilly, com seu repertório que vai de Elvis Presley a Carl Perkins.

Mas voltemos as estrelas do dia:

HotRod Chevrolet 1938 Coupe

Este HotRod ainda tem o Ed Roth´s RatFink que dá um toque mais agressivo a um carro que não tem nada de pacífico…

Chevrolet 1938 Coupe

O trabalho foi muito bem feito pelos restauradores, que deixaram o veículo com aspecto de gasto, sem entregar que o mesmo é uma réplica feita com fibra. Carros com muito bom gosto e total asseio nos detalhes.

Chevrolet Impala 1963

Este carro em 1963 ofereceu tudo novo, inclusive o estilo “Jet Smooth”, com para-choques, capô e laterais mais envolvente e novos em comparação ao modelo anterior o que ajudou impulsionar as vendas daquela ano em mais de 153 mil veículos. Um lindo carro ainda nos tempos atuais.

Chevrolet 4-door Sedan 1938

Além do apelo visual do veículo, que não deixa ninguém indiferente a onde passa, ao chegar mais perto e atentar aos detalhes a dúvida é plantada na hora em nosso imaginário: porque os veículos de hoje não são feitos com o mesmo esmero de 74 anos atrás? E o espaço interno então, é de deixar qualquer apartamento da Minha Casa Minha Vida com inveja.

Willys 1941 vs. Chevrolet 1938 Coupe

Páreo duro, duas raridades, com suas características únicas e seus motores V8 urrando suavemente como se fosse música para os apaixonados por “antigomobilismo”.

Shelby Cobra 427 Réplica

O Shelby Cobra não é apenas um carro, passou ao patamar de mito, admirado por todos apaixonados por estilo e velocidade. Além de ser equipado com um motor 427, “semi-hemi”, Ford. “Um monstro musculoso que tinha aspecto de tão agressivo quanto parecia e era só um pouco mais lento que um míssil Atlas“, como bem definiu o site How Stuff Works.
Em tempo: aos mais desavisados jamais perceberiam que este exemplar trata-se de uma réplica, com projeto muito bem feito e atento a todos os detalhes do bólido original.

Dodge Dart GranCoupe 1973

Este modelo foi base para outros modelos fabricados na família V8 da Dodge do Brasil, e o que os diferenciavam eram o estilo e acabamento. Vale lembrar que os modelos feitos em terras Tupiniquins, a partir de 1971, tinham a estética frontal e traseira diferente das versões americanas. E graças aos apaixonados por motores V8, estes no Brasil eram praticamente os mesmos dos irmãos norte-americanos.
E ainda falando em motor do “brinquedo”, o maior já fabricado no Brasil: V8 318 polegadas cubicas e torque de 41,5 m.kgf a 2400 rpm, chegava a máxima de 180 km/h criando assim uma faixa de luxo entre o Ford Galaxie V8 292 e o Chevrolet Opala 6 cilindros em linha 3800.

Street Rod Willys 1941

A Americar Willys foi uma linha de automóveis produzidas pela Willys-Overland Motors entre 1937 a 1942. Apesar dos seus cinco anos de existência deixou uma legião de fãs espalhadas no mundo. Aqui no Brasil não poderia ser diferente, e estes apaixonados usam a versão cupê para transformá-los em autênticos Hot Rods, como este belo exemplar exposto no evento deste último sábado. E com certeza a motorização é um pouco mais nervosa do que as originais.

E para deixarmos um gostinho de quero mais, fica abaixo uma foto de um Dodge Dart equipado com carburadores Holley, os mesmo que são usados na Nascar Sprint Cup, que mostra que o evento em Novo Hamburgo – apesar de diversão – não foi brincadeira.

O motor original V8 já não é fraco, agora com uma preparação, a brincadeira passa a ser séria, separando os homens das crianças.

Agora é esperar o novo encontro desta “confraria” para os que perderam possam ter a oportunidade de ver carros de um tempo que não volta mais; e os que já conhecem possam estar matando a saudades e enchendo os olhos com raridades cuidadas com muito esmero por seus felizardos proprietários. Não podemos deixar de registrar e parabenizar a turma da Kranz Pneus, de Novo Hamburgo, por oportunizar, apoiar e patrocinar o evento.

Agradecemos, também, o Maicon Anschau, da Metal Garage Race Cars pela parceria, pelo convite e pela assessoria. Obrigado!

Mais fotos do evento podem ser vistas clicando aqui.

Texto e Imagens: Automobilismo em Foco (Fernando Peres Nunes) – (51) 9372-0606 / (51) 9468-0906


1764 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.

Leave A Response