http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Chuva dá trégua, e dupla de Átila Abreu e Nelsinho Piquet faz a pole em Goiânia

Pela primeira vez no final de semana os pilotos andaram na pista em condições de igualdade; Marcos Gomes, que faz amanhã sua 100ª corrida na Stock, larga em segundo com Mark Winterbottom

O Circuito Schin Stock Car definiu na tarde deste sábado (21) em Goiânia (GO) o grid de largada para a Corrida de Duplas que abre a temporada da principal categoria do automobilismo brasileiro. A prova tem largada marcada para as 10h30 (horário de Brasília) e terá transmissão ao vivo pela Globo e pelo SporTV. E a festa ficou com a dupla da AMG Motorsports, formada pelo atual vice-campeão da categoria, Átila Abreu, e Nelsinho Piquet.

Com a melhor média de tempos entre titular e convidado, Abreu e Piquet fecharam com 1min24s234 – sendo Nelsinho ainda mais rápido que Átila cravando 1min24s000 contra 1min24s468 do titular. Foi a primeira vez em todo o final de semana em que todos os pilotos encontraram na pista a mesma condição de clima. Embora com algumas diferenças sutis entre primeiro e segundo grupo, o traçado de Goiânia teve a sessão iniciada com o asfalto um pouco mais frio e com vento, e depois as nuvens deram mais espaço ao sol.

“É a terceira corrida da Stock aqui desde a reforma do autódromo: em uma eu larguei da pole e na outra em segundo e agora começando o ano novamente na pole. Isso tem um gosto muito especial em virtude de todos os problemas que tivemos nos treinos. O Nelsinho fez toda a diferença, conseguiu tirar uma volta muito boa e ser superior aos pilotos convidados e nos garantir a primeira posição. Vamos comemorar hoje, mas também trabalhar bastante para amanhã porque a gente teve problema inclusive na tomada de tempo, e ele não conseguiu nem dar a segunda volta. O que vale é amanhã. Queremos vencer a corrida e os pontos só vêm amanhã”, ressalta Átila.

“Correr perto de casa faz alguma diferença. Vim de carro para cá e me sinto muito mais próximo de casa aqui do que correndo em São Paulo, por exemplo, em que você enfrenta aquele trânsito que você não sabe o que está acontecendo e não sou muito acostumado com essas coisas. Na minha sessão a pista estava um pouco mais rápida, mas não posso levar todo o crédito. Creio que tenho facilidade em me adaptar ao carro, e minha vida inteira eu pilotei de tudo, e isso é parte da experiência, que no final faz toda a diferença. Ano passado fizemos um bom trabalho, principalmente entre os convidados. A amizade com o Átila e o entrosamento com a equipe com certeza ajudaram muito”, enfatiza Nelsinho.
248118_483582_fff_2158
Confirmando o bom trabalho de todo o final de semana, Marcos Gomes e o australiano Mark Winterbottom largam da segunda posição. Gomes estreia pela equipe Voxx Racing e faz a sua 100ª corrida no Circuito Schin Stock Car, enquanto o australiano da V8 Supercars faz sua segunda aparição na categoria brasileira.

Popó Bueno e Guilherme Salas haviam conquistado um excelente terceiro lugar no grid – um estreando na equipe e o outro na categoria. Popó faz sua primeira corrida na Cavaleiro Racing e o atual campeão do Brasileiro de Turismo mostrou boa velocidade. Entretanto, o carro número 74 foi desclassificado após a verificação dos comissários técnicos por estar abaixo do limite mínimo de peso do conjunto. Assim, a dupla sai da 33ª e última posição.

Valdeno Brito e Laurens Vanthoor, assim, largam da terceira posição, enquanto Ricardo Maurício e Nestor Girolami saem em quarto; Thiago Camilo e Lucas di Grassi abrem a terceira fila em quinto lugar. Camilo não conseguiu uma boa volta em seu grupo em virtude de um toque com Rubens Barrichello, que não o havia visto na pista. Mesmo punido com a perda de seu melhor tempo, o atual campeão foi se desculpar pessoalmente com o piloto da RCM-Ipiranga.

Allam Khodair/Antonio Félix da Costa, Cacá Bueno/Pechito López, Felipe Lapenna/Vitantonio Liuzzi, Lucas Foresti/Luiz Razia e Vitor Genz/Matheus Stumpf fecham os dez primeiros.

Quis o destino também que Chico Serra e Ingo Hoffmann largassem próximos um do outro, revivendo toda a antiga rivalidade dos anos 90 e início dos 2000 na categoria. Com o filho Daniel, Chico sai da 26ª posição, e Hoffmann, que volta ao lado de Barrichello, que com a punição larga da 14ª fila.

GRID DE LARGADA
1. #51 Átila Abreu/Nelson Piquet Jr – AMG Motorsport – 1min24s234
2. #80 Marcos Gomes/Mark Winterbottom – Voxx Racing Team – 1min24s539
3. #77 Valdeno Brito/Laurens Vanthoor – Shell Racing – 1min24s632
4. #90 Ricardo Mauricio/Nestor Girolami – Eurofarma RC – 1min24s635
5. #21 Thiago Camilo/Lucas Di Grassi – Ipiranga-RCM – 1min24s636
6. #18 Allam Khodair/Antonio Felix da Costa – Full Time Competições – 1min24s686
7. #0 Cacá Bueno/Pechito Lopez – Red Bull Racing – 1min24s732
8. #110 Felipe Lapenna/Vitantonio Liuzzi – Schin Racing Team – 1min24s807
9. #12 Lucas Foresti/Luiz Razia – AMG Motorsport – 1min24s841
10. #46 Vitor Genz/Matheus Stumpf – Boettger Competições – 1min24s851
11. #28 Galid Osman/Beto Monteiro – Ipiranga-RCM – 1min24s863
12. #4 Julio Campos/Nicholas Prost – Prati-donaduzzi – 1min24s871
13. #70 Diego Nunes/Ricardo Rosset – Vogel Motorsport – 1min24s874
14. #88 Felipe Fraga/Alvaro Parente – Voxx Racing Team – 1min24s904
15. #5 Denis Navarro/Felipe Giaffone – Vogel Motorsport – 1min24s952
16. #73 Sergio Jimenez/Fabio Carbone – C2 Team – 1min25s044
17. #11 Cesar Ramos/Frederic Vervish – Cavaleiro Racing Sports - 1min25s069
18. #10 Ricardo Zonta/Jacques Villeneuve – Shell Racing - 1min25s090
19. #25 Tuka Rocha/Chris Van Der Drift – Peugeot – 1min25s169
20. #65 Max Wilson/Vitor Meira – Eurofarma RC – 1min25s199
21. #1 Antonio Pizzonia/Bruno Senna – Prati-donaduzzi – 1min25s225
22. #83 Gabriel Casagrande/Enrique Bernoldi – C2 Team – 1min25s242
23. #3 Bia Figueiredo/Matias Milla – União Química Racing – 1min25s253
24. #72 Fabio Fogaça/Leandro Totti – Hot Car Competições – 1min25s287
25. #14 Luciano Burti/Jaime Algersuari – RZ Motorsport – 1min25s335
26. #29 Daniel Serra/Chico Serra – Red Bull Racing – 1min25s419
27. #111 Rubens Barrichello/Ingo Hoffman – Full Time Competições – 1min25s469*
28. #8 Rafael Suzuki/Antonio Perez – RZ Motorsport – 1min25s578
29. #6 Alceu Feldmann/Ezequiel Raul Bosio – Boettger Competições – 1min25s730
30. #26 Raphael Abbate/Nicolas Costa – Hot Car Competiçõe – 1min25s944
31. #33 Felipe Maluhy/Xandynho Negrão – ProGP – 1min26s023
32. #2 Raphael Mattos/David Mufatto – Schin Racing Team – 1min27s674
33. #74 Popó Bueno/Guilherme Salas – Cavaleiro Racing Sports – 1min24s546**

*Punido com a perda do melhor tempo de volta por toque com adversário
**Punido com a exclusão da volta por estar abaixo do limite mínimo de peso

O Circuito Schin Stock Car tem organização e realização da Vicar Promoções Desportivas, com supervisão da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). O evento tem a Schin como patrocinador máster e também conta com patrocínio da Pirelli e copatrocínio de Cielo e Mobil Super. Com o apoio da Transzero. As montadoras são Chevrolet e Peugeot.

É proibida a venda e o consumo de bebidas alcoólicas por menores de 18 anos nas dependências do autódromo. O evento é destinado a maiores de cinco anos, acompanhados de responsáveis legais (parentes de primeiro grau). Na entrada, será obrigatória a apresentação de documento original (RG, CNH ou certidão de nascimento), independentemente da idade.

Dep. de Comunicação Vicar
Fotos: Fernanda Freixosa e Duda Bairros / Vicar


919 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.