http://farm9.staticflickr.com/8121/8656013157_e45c9229ab_o.pnghttp://automobilismoemfoco.com.br/wp-content/midia/loja-de-rolamentos-novo-hamburgo.gifhttps://c1.staticflickr.com/1/319/32630170275_2dfd0d1bae_o.png

Brasileiro de Turismo: Em prova tumultuada Rafael Abbate vence no Velopark

O gaúcho Márcio Campos cruzou a linha de chegada na frente, mas com uma penalização de 20 segundos ele ficou apenas com o nono lugar.

A 11ª primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo no Autódromo Internacional do Velopark foi tumultuada e contou que várias intervenções do Safety Car. Nas primeiras voltas Guilherme Salas, líder do campeonato aproveitou a pole position, conquistada no sábado e a largada em fila indiana e se manteve na frente. Logo depois da segunda entrada do Safety Car Márcio Campos assumiu a liderança da prova. O piloto havia prometido, na sexta-feira durante os treinos livres, vencer a corrida, promessa cumprida. Mas uma punição injusta tirou 20 segundos do tempo de chegada do piloto da Sicredi Racing.

Campos: "“Essa punição foi a coisa mais ridícula que já vi no automobilismo"

Campos: ““Essa punição foi a coisa mais ridícula que já vi no automobilismo”


“Essa punição foi a coisa mais ridícula que já vi no automobilismo, foi o maior absurdo da minha vida”, protestou Campos, que ultrapassou Salas na 16ª das 31 voltas da corrida. “Ele errou e perdeu ritmo, eu coloquei meu carro do lado do carro dele, os dois carros se encostaram. É coisa que acontece em corrida de carro. Não prejudiquei o Salas, tanto é que ele continuou na pista em segundo, tentando recuperar a posição. Estamos indignados”, completou.
Rafael Abbate

Rafael Abbate


Com a punição a vitória acabou ficando com o piloto Raphael Abbate, da W2 Racing, Campos ficou em nono. “Sabia que o Márcio tinha sido punido e por isso preferi não forçar para cima dele. Consegui administrar a diferença e conquistar a vitória”, comentou Abbate. Outro Gaúcho, Gabriel Robe da Mottin Racing, fez um bela prova e terminou na segunda posição, seguido por Tito Morestoni, R Sports Racing, em terceiro.
Gabriel Robe chegou em segundo

Gabriel Robe chegou em segundo


A 12ª etapa acontece no dia 2 de novembro no Autódromo Internacional de Tarumã, em Viamão.

Veja como terminou a corrida:
1. Raphael Abbate (W2 Racing) – 31 voltas em 35min52s987
2. Gabriel Robe (Mottin Racing) – a 0.977
3. Tito Morestoni (R Sports Racing) – a 1.534
4. Flavio Matheus (Carlos Alves) – a 3.095
5. Mauri Zacarelli (Hitech Racing) – a 3.214
6. Fernando Fortes (J.Star Racing) – a 4.143
7. Pedro Barbosa (Mottin Racing) – a 5.138
8. Marcio Campos* (Motortech Competições) – a 19.116
9. Pedro Saderi** (Hitech Racing) – a 2.192
10. Christian Castro (Motortech Competições) – a 2 voltas
11. Marco Cozzi (Carlos Alves) – a 2 voltas
12. Guilherme Salas (W2 Racing) – a 2 voltas
Não completaram 75% da prova:
13. Renato Braga (RKL Competições)
14. Betinho Gresse (Nascar Motorsport)
15. Gustavo Myasava (J.Star Racing)
16. Adibe Marques (Voxx Racing)
17. Edson Coelho (R Sports Racing)
*Punido em 20 segundos por incidente com Guilherme Salas
**Punido em 20 segundos por ultrapassagem em bandeira amarela
Resultado sujeito a verificações técnicas e desportivas

Classificação do campeonato:
1. Guilherme Salas – 176
2. Márcio Campos – 164
3. Raphael Abbate – 158
4. Marco Cozzi – 136
5. Edson Coelho – 133

Texto e imagens: Murilo Carvalho/Automobilismo em Foco


1135 dias ago by in Automobilismo , Notícias | You can follow any responses to this entry through the RSS feed. You can leave a response, or trackback from your own site.